sábado, 2 de julho de 2022

O AJUDADOR INFALÍVEL

 O AJUDADOR INFALÍVEL

Mene, Mene, Tequel e Parsim. Daniel 5:25

A mão se foi, mas as quatro terríveis palavras permaneceram. Com fôlego entrecortado, as pessoas esperavam Daniel anunciar o significado: “Mene, Mene, Tequel e Parsim”. “Deus contou os dias do seu reinado, ó rei, e pôs um fim nele”; “Você foi pesado na balança e achado em falta”; “O seu reino foi dividido e entregue aos medos e aos persas” (Dn 5:25-28). 

Tão certo quanto havia uma Testemunha no banquete de Belsazar, há também uma Testemunha em cada cena de diversão blasfema. De igual maneira, o anjo relator escreve: “Você foi pesado na balança e achado em falta.” 

A intemperança está em ascensão, a despeito dos esforços feitos para controlá-la. É impossível exagerar na iniciativa de impedir o seu progresso, erguer os caídos e proteger os fracos da tentação. Com nossas frágeis mãos humanas, pouco podemos fazer, mas temos um Ajudador infalível. Não devemos nos esquecer de que o braço de Cristo é capaz de alcançar as maiores profundezas das misérias e degradações humanas. Ele pode nos ajudar a vencer até mesmo esse demônio terrível da intemperança. 

É no lar que a verdadeira obra deve começar. O maior fardo repousa sobre aqueles que têm a responsabilidade de educar os jovens e formar o seu caráter. As mães têm o trabalho de ajudar os filhos a desenvolver hábitos corretos e gostos puros, a cultivar força moral e real valor. Que aprendam a não se deixar levar pelos outros e a não ceder a influências errôneas! Em vez disso, devem influenciar os outros para o bem, enobrecer e elevar aqueles com quem se associam. Precisam ser ensinados que, conectados com Deus, terão força proveniente Dele para resistir às mais ferrenhas tentações. 

Na corte babilônica, Daniel estava cercado por tentações ao pecado. Com a ajuda de Cristo, porém, manteve a integridade. Aquele que não é capaz de resistir à tentação com cada auxílio que foi colocado ao seu alcance não está registrado nos livros dos Céus. O Senhor jamais coloca os seres humanos em situações tão tentadoras que estejam além da sua força para resistir ao mal. O poder divino está sempre pronto para proteger e fortalecer aqueles que se tornaram coparticipantes da natureza divina (Christian Temperance and Bible Hygiene, p. 21, 22). 

PARA REFLETIR: Como você pode evitar ceder às muitas seduções de Satanás para o pecado? 

MEDITAÇÃO DIÁRIA

2 de julho

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-ajudador-infalivel/

Nenhum comentário:

O PADRÃO DE BONDADE

  O PADRÃO DE BONDADE E Ele disse-lhe: “Por que Me chamas bom?” Mateus 19:17, ARC O grande conflito entre o Príncipe da luz e o príncipe das...