quarta-feira, 1 de junho de 2022

Números 22 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 

Leitura Bíblica - Números 22

Comentário Pr Heber Toth 

NÚMEROS 22 – A vida vivida sem submissão a Deus leva-nos a decisões que nos tornam inferiores a jumentos. Nestas circunstâncias, Deus pode usar qualquer pessoa ou até mesmo um jumento para alertar-nos em nossas “burrices/idiotices” (2 Pedro 2:16).

Balaão é o ícone da apostasia no Antigo Testamento. Satanás se apodera de líderes espirituais que lhes dão abertura. Seu objetivo é seduzir milhares de pessoas ao engano e ao afastamento dos princípios bíblicos (Daniel 7:23-25; 8:10-13; 2 Tessalonicenses 2:3-12). Balaão é um exemplo do que não se deve fazer; e, uma evidência de que aquele que “julga estar firme, cuide-se para que não caia” (1 Coríntios 10:12).

A ganância e ambição de Balaão levaram-no a querer amaldiçoar o povo abençoado por Deus; ou seja, quando se inclina para coisas materiais, o indivíduo distancia-se dos princípios espirituais. O materialismo contrasta com os preceitos do cristianismo. Os bens materiais que devemos ajuntar não são os terrenais, mas os celestiais. Inverter isso equivale a se perder, abrindo mão do dom da salvação (Mateus 6:19-21).

O profeta que ansiava por uma espada para matar sua jumenta por desviar-se do caminho, foi assassinado pela espada por ter-se desviado do caminho de Deus. “Os israelitas mataram à espada Balaão, filho de Beor, que praticava adivinhação” (Josué 13:22). De profeta a adivinho, eis o fim de quem moralmente se torna inferior a um jumentinho. Apostasia vai além de cair da graça (Gálatas 5:4); ela afoga o apóstata na desgraça!

Inimigos do Senhor criam estratégias visando impedir o progresso do povo de Deus. Balaque chama Balaão para impedir o avanço da nação guiada pelo Senhor. O profeta Balaão se uniu ao rei Balaque contra o povo de Deus, assim como na profecia de Apocalipse 13:1-18, a primeira besta (o poder religioso mundial) se unirá à segunda besta (o poder político mundial) para desviar da rota aos cristãos. Outrora, Satanás intentava impedir a entrada à terra prometida; agora, intentará impedir os fieis de entrar no Céu.

Balaão poderia ter testemunhado de Deus a Balaque. Caso fizesse, não teria morrido à espada pelos israelitas; ainda teria levado muita gente a converter-se ao Deus verdadeiro – igual à prostituta Raabe (Josué 2:1-21).

Reavivemo-nos para que nosso fim não seja parecido ao de Balaão! Testemunhemos incessantemente de Deus! – Heber Toth Armí.

 #ebiblico #rpsp #palavraeficaz‌‌

Nenhum comentário:

O SUBSTITUTO DA HUMANIDADE

 O SUBSTITUTO DA HUMANIDADE Portanto, sejam imitadores de Deus, como filhos amados. Efésios 5:1 Se o povo que viveu antes do Dilúvio tivesse...