domingo, 5 de setembro de 2021

Evangelho- é o poder de Deus -Romanos 13

   Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 

Leitura Bíblica - Romanos 13

Comentário Pr Heber Toth Armí 

A mensagem deste capítulo é melhor entendida se vinculada ao capítulo anterior. Este é o segundo capítulo em que Paulo oferece aplicações práticas do efeito real e verdadeiro na vida de alguém que se converteu por inteiro ao evangelho.

O evangelho é o poder de Deus, não a teoria de Deus. Seu objetivo não é fornecer meramente informação, mas poderosamente transformação.

O capítulo anterior encerrou falando de paz e amor. Mario Veloso destaca que, “o crente que se entrega ao bem, aceito por Deus, e com o poder do Espírito Santo, realiza somente o bem. Consegue superar e vencer o mal. Tem uma conduta que corresponde à vida nova em Cristo”.

Na sequência, sugiro a divisão do capítulo 13, conforme Veloso:

1. Conduta em relação às autoridades (vs. 1-7):

a) Todas as autoridades provêm de Deus;

b) Autoridade dos magistrados;

c) Razão para sujeição às autoridades:

• Para evitar castigo;

• Por causa da consciência;

• Porque estão a serviço de Deus.

2. Conduta do crente para com o próximo (vs. 8-10);

3. Uma conduta à luz do dia: Obras do amor (vs. 11-14).

Segundo o capítulo anterior, o amor deve ser sincero (12:9) ter discernimento claro quanto ao que é certo e o que é errado (12:9), e respeitar e honrar ao próximo (12:10).

No final do capítulo 13, Paulo deixa alguns princípios interessantes sobre o amor que devem caracterizar o verdadeiro cristão.

• Amar ao próximo é uma dívida que nunca será possível ser paga, mas deve-se investir no seu pagamento.

• Amar aos outros significa o cumprimento da Lei de Deus, a qual é essencialmente amor.

• Amar de verdade é recusar-se determinantemente a fazer qualquer mal contra qualquer pessoa.

O amor é a essência do caráter cristão. Por amar a Cristo, aguarda ardentemente encontrar-se com Ele. Por isso…

1. Busca sabedoria a fim de ter discernimento do tempo em que vive.

2. Discerne a atitude apropriada que deve ter no tempo do fim.

A teologia de Romanos mostra que o pecador que aceitou a justificação operada por Deus através de Cristo caminha pela estrada da santificação, avançando diariamente.

Quem se despiu das vestes do pecado, se reveste do manto da justiça de Cristo. O novo nascimento não nos deixa na velha vida!

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

 #ebiblico #rpsp #palavraeficaz

Nenhum comentário:

Exemplo De Humildade

  Meditação Diária Segunda-feira, 27 de setembro EXEMPLO DE HUMILDADE O jovem Samuel servia ao Senhor, perante Eli. 1 Samuel 3:1 Mesmo sendo...