segunda-feira, 3 de maio de 2021

O Sermão do Monte - Mateus 5

  Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 

Leitura Bíblica - Mateus 5

Comentário Pr Heber Toth Armí 

Após jejuar e orar, Jesus venceu a tentação, operou milagres, e investiu profusamente no ministério da pregação.

No final do capítulo anterior, Mateus registrou numerosas multidões afluindo de diversos lugares para seguir a Jesus.

Então foi pregado o sermão do monte, o primeiro sermão longo de Jesus registrado. Através dele, Jesus tinha como objetivo tirar os pecadores do reino das trevas e introduzi-los no reino da luz. Seus princípios são contrários às filosofias mundanas. Jesus declara que felizes (makários, bem-aventurados) são os…

• …Humildes de espírito; não os orgulhosos.

• …Que choram; não os insensíveis.

• …Mansos; não os nervosos.

• …Insaciados; não os cheios de si.

• …Misericordiosos; não os indiferentes/intolerantes.

• …Limpos de coração; não os maliciosos/imorais/corruptos.

• …Pacificadores; não os briguentos.

• …Justos; não os desonestos/infiéis/fraudulentos.

• …Perseguidos por causa de Cristo; não os perseguidores.

Após apresentar a satisfação no coração do cristão genuíno (vs. 1-12), Jesus revelou o impacto da aplicação dos princípios divinos na sociedade (vs. 13-16).

Em seguida, Jesus apresentou a legislação do reino de Deus. A Lei e os profetas incluem os Dez Mandamentos, porém, vai além deles. Jesus mostrava que o Antigo Testamento não era cultura judaica; era a cultura do Céu, que os judeus não aderiram.

O Antigo Testamento não perdeu sua autoridade, nem caducou com a vinda de Cristo; pelo contrário, brilhou ainda mais as Suas sublimes mensagens. Em Seu poderoso sermão, Jesus citou…

• …O sexto e o sétimo mandamentos da Lei Moral (vs. 21-32);

• …A lei levítica para falar do falso juramento e das promessas feitas a Deus (vs. 33-37);

• …A Lex Talionis (lei da retaliação) para falar do respeito e amor ao próximo (vs. 38-48).

O seguidor de Cristo, liberto do reino das trevas, conduzido ao reino dos céus, torna-se súdito do Soberano do Universo; portanto, deve refletir o caráter dEle (v. 48) e proclamar a justiça e a legislação desse novo reino (vs. 17-20).

Nisto consiste o segredo das bem-aventuranças. Os reinos deste mundo contrastam com o reino de Deus, o mesmo contraste deve haver entre os seguidores de Cristo e o mundo.

Como os profetas, o cristão pode sofrer perseguição, mas o galardão será tão grande quanto o deles (v. 12).

Sejamos súditos do reino de Deus e auxiliemos na libertação dos súditos do reino do diabo! – Heber Toth Armí.

 #ebiblico #rpsp #palavraeficaz

Nenhum comentário:

O Perigo da Abundância

  MEDITAÇÃO DIÁRIA 17 de maio - segunda O Perigo da Abundância O qual Se entregou a Si mesmo pelos nossos pecados, para nos desarraigar dest...