sábado, 28 de março de 2020

PLANO ÚNICO

MEDITAÇÃO DIÁRIA

28 de março
PLANO ÚNICO

Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis Minhas testemunhas. Atos 1:8

De acordo com uma lenda, quando Jesus ascendeu ao Céu, alguns anjos se mostraram curiosos para saber algo mais a respeito da experiência Dele na Terra e foram interrogá-Lo a respeito. “O Senhor fundou um grande movimento? Quantos seguidores deixou?” Jesus teria respondido: “Geralmente Eu atraía grandes multidões, mas deixei apenas 11 discípulos, alguns poucos amigos e dedicados seguidores.”

“Bem”, continuaram os anjos, “sendo tão poucos, certamente devem ter sido seres humanos excepcionais, dotados de excelente caráter, pessoas influentes em suas comunidades e de sucesso profissional.” A resposta teria sido: “Realmente, eram fora do comum: alguns pescadores, um coletor de impostos, pessoas simples.” Os anjos continuaram: “Nesse caso, formavam um grupo extremamente leal e confiável!” Jesus: “Eles tinham uma vontade imensa de ser leais, mas, no momento mais crítico, um Me traiu, outro Me negou, e quase todos os outros fugiram.”

“E o Senhor ainda espera que esse grupo continue Seu trabalho? Tem algum plano alternativo?” Jesus teria respondido: “Não, não tenho plano alternativo. Esse é o grupo com que posso contar.”

À parte da lenda, o fato é que os discípulos aos quais o Mestre incumbiu a tarefa de pregar o evangelho e estabelecer Sua igreja eram repletos de limitações. Mas não foram limitados na esperança de que Ele cumpriria a promessa de enviar o Espírito Santo que os capacitaria com poder para testemunhar. Esperaram conforme a ordem (Lc 24:49), “unânimes em oração” (At 1:14), em profundas e sentidas confissões, conscientes de sua incapacidade, até que, no Pentecostes, foram cheios do Espírito.

O livro de Atos está cheio de fatos reveladores da ousadia com que pregavam, do poder com que realizavam milagres e da pureza de vida que os caracterizava. Somente no poder do Espírito foram capazes de cumprir seu papel missionário, apesar da oposição. Para alguns, nem a vida era tão preciosa que não pudesse ser deposta no altar do sacrifício. A transformação foi radical. A igreja débil se tornou invencível!

Com aquele grupo, Jesus iniciou o trabalho. Com o grupo do qual fazemos parte, Ele planeja concluí-lo. Não há plano B. A promessa continua a mesma: “receberão poder”. A busca desse poder é uma experiência diária e individual. O Espírito Santo não será derramado sobre papéis, cofres, computadores, câmeras, edifícios, mas sobre pessoas como você e eu.
Meditações Matinais - De Coração a Coração, Zinaldo A. Santos

Nenhum comentário:

Do Desespero À Felicidade

MEDITAÇÃO DIÁRIA 07 de junho DO DESESPERO À FELICIDADE As mulheres disseram a Noemi: Seja o Senhor bendito, que não deixou, hoje, de...