Translate

terça-feira, 9 de abril de 2019

Expiação Perfeita

A Fé Pela Qual Eu Vivo
9 de abril
Expiação Perfeita


E não somente isto, mas também nos gloriamos em Deus por nosso Senhor Jesus Cristo, pelo qual agora alcançamos a reconciliação. Romanos 5:11.
Em assumir os pecados do mundo inteiro demonstrou Cristo a Sua infinita suficiência. Assumiu a dupla posição de ofertante e de oferta, de sacerdote e de vítima. Carta 192, 1906.

Na expiação feita para ele o crente vê a tamanha largura, comprimento e altura e profundidade da eficácia, vê a grandeza da salvação, comprada por tão infinito custo, que seu espírito se enche de louvor e gratidão. Vê, como num espelho, a glória do Senhor e se transforma na mesma imagem pelo Espírito do Senhor. Signs of the Times, 4 de julho de 1892.

O grande Sumo Sacerdote fez o único sacrifício que será de valor.

O incenso que agora é oferecido pelos homens, as missas que se rezam para livrar almas do purgatório não são da menor utilidade para com Deus. Todos os altares e sacrifícios, tradições e invenções pelas quais os homens esperam ganhar a salvação são falácias. …

Cristo é o único portador do pecado, a única oferta pelo pecado. Oração e confissão só devem ser oferecidas Àquele que uma vez entrou por todos no lugar santo. Cristo declarou: “Se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o Justo” (1João 2:1). Ele salvará da situação mais extrema todo o que vir a Ele com fé. …

Sacerdotes e governantes não têm o direito de se interporem entre Cristo e as pessoas pelas quais Ele morreu, embora se invistam de atributos de salvadores e capacidade de perdoarem pecado. São pecadores. São apenas humanos. Comentário Bíblico Adventista, vol. 7, pág. 1015.

O Irmão mais velho de nossa raça está junto ao trono eterno. Atenta para toda pessoa que volve o rosto para Ele como o Salvador.

O mais pesado fardo que levamos é o do pecado. … Ele tomará o peso de nossos cansados ombros. Ele nos dará descanso. O fardo de cuidado e aflição, Ele o conduzirá também. Convida-nos a lançar sobre Ele toda a nossa solicitude; pois traz-nos sobre o coração. A Ciência do Bom Viver, pág. 71.
Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959 – Pág. 105
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis