Translate

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Paz Além de Todo o Entendimento

Refletindo a Cristo

Paz Além de Todo o Entendimento - 21 de setembro

Deixo-vos a paz, a Minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize. João 14:27.

Antes que nosso Senhor experimentasse Sua agonia na cruz, fez Seu testamento. Ele não possuía prata, ouro ou casas para deixar aos Seus discípulos. Era um homem pobre, no que diz respeito às posses terrestres. Poucos em Jerusalém eram tão pobres como Ele. Mas Ele deixou aos Seus discípulos uma dádiva mais rica do que qualquer rei da Terra poderia conceder aos seus súditos. “Deixo-vos a paz, a Minha paz vos dou”, disse Ele; “não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.” João 14:27.

Ele lhes deixou a paz que havia sido Sua durante Sua vida na Terra, que havia estado com Ele em meio à pobreza, maus-tratos e perseguição, e que estaria com Ele durante Sua agonia no Getsêmani e na dolorosa cruz.

A vida do Salvador na Terra, embora vivida em meio a conflitos, foi uma vida de paz. Embora irados inimigos estivessem constantemente em seu encalço, Ele disse: “E Aquele que Me enviou está comigo, não Me deixou só, porque Eu faço sempre o que Lhe agrada.” João 8:29. Nenhuma tempestade de ira satânica podia perturbar a calma dessa perfeita comunhão com Deus. E Ele diz também a nós: “A Minha paz vos dou”.

Os que tomam a Cristo pela palavra, e entregam o coração aos Seus cuidados, e sua vida à Sua orientação, encontrarão paz e quietude. Nada no mundo pode entristecê-los quando Jesus os torna felizes por Sua presença. Na perfeita submissão há perfeita confiança. O Senhor diz: “Tu, Senhor, conservarás em perfeita paz aquele cujo propósito é firme; porque ele confia em Ti.” Isa. 26:3. …

A experiência de cada homem testifica da veracidade das palavras da Escritura: “Mas os perversos são como o mar agitado, que não se pode aquietar”. Isa. 57:20. … O pecado destruiu nossa paz. … As paixões dominadoras do coração nenhum poder humano pode controlar. … Nesse aspecto somos tão impotentes como o eram os discípulos para aquietar o furor da tempestade. Mas Aquele que falou mansamente às ondas do mar da Galileia, fala também palavras de paz a cada coração. Por mais feroz que seja a tempestade, os que se voltam para Jesus com o clamor: “Senhor, salva-nos” (Mat. 8:25), encontrarão libertação. Sua graça, que reconcilia a pessoa com Deus, acalma os conflitos das paixões humanas, e em Seu amor o coração repousa. “Fez cessar a tormenta, e as ondas se acalmaram. … E, assim, os levou ao desejado porto.” Sal. 107:29 e 30. …

O coração que está em harmonia com Deus é participante da paz do Céu, e repartirá sua bendita influência ao seu redor. O espírito de paz permanecerá como um bálsamo sobre os corações cansados e oprimidos pelos conflitos do mundo. Signs of the Times, 27 de dezembro de 1905.


Meditação Matinal de Ellen White – Refletindo a Cristo, 1986 – Pág. 270 –
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis