quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Maravilhoso Jesus Hebreus 10:24

Incentivemos as pessoas
 
E consideremos uns aos outros para nos incentivarmos ao amor e às boas obras. Hebreus 10:24, NIV.
 
Logo após completar 40 anos, graças às alfinetadas de dois filhos adolescentes que me lembravam que meu peso estava começando a aumentar, comecei a correr. Agora, para que ninguém pense que sou um grande atleta, deixe-me esclarecer que corri – e continuo a correr – estritamente pelo exercício em si e para me divertir, sem preocupação com horários.

Eu fui aumentando a distância percorrida mais e mais, até conseguir correr 16 quilômetros sem parar – num ritmo lento, naturalmente. Então nos mudamos para Washington, DC, e eu tomei conhecimento da Maratona do Corpo de Fuzileiros Navais. É chamada de "a maratona das pessoas comuns", porque os vencedores recebem troféus em vez de dinheiro e conseqüentemente os corredores mais rápidos não competem. A corrida atrai 12 mil corredores a cada ano, com dois terços deles tentando sua primeira maratona.

Mas não deixa de ser uma maratona – 42 quilômetros. Com emoção e alguma apreensão, registrei-me para a corrida e me posicionei entre os 12 mil competidores na avenida junto ao memorial de Iwo Jima. A banda dos Fuzileiros Navais tocou, o capelão fez uma oração, o canhão disparou dando largada à corrida, e a massa de corredores disparou.

Nos primeiros 16 quilômetros eu me sentia como um objeto flutuante sendo levada pelo mar de seres humanos que me cercava. Em seguida, os corredores começaram a diminuir; alguns desaceleraram e passaram a caminhar, outros desistiram. Quando cheguei ao quilômetro 26 estava me sentindo cansado. Tínhamos deixado para trás o Pentágono, o Capitólio dos EUA e o Monumento de Washington. Quando nos aproximamos do ponto de Haynes, perto da marca dos 32 quilômetros, enfrentamos um vento de matar. A esta altura os primeiros corredores já tinham concluído a corrida já há algum tempo, e nós que tínhamos ficado para trás estávamos dispersos e nos perguntando por que tivemos a idéia de participar num plano louco como esse. Passamos por um homem com o seu carro com possantes alto-falantes estacionado à beira da estrada, tocando bem alto o tema de Carruagens de Fogo. No quilômetro 35 encontramos uma banda de gaita de foles escocês. Eles tocavam o hino "Preciosa Graça"!

O que me fez continuar correndo? Uma coisa em particular: a cada milha [1,6 km] ao longo do trajeto Fuzileiros Navais dos EUA, homens e mulheres, estavam posicionados com bebidas e primeiros socorros. Conforme cada corredor se aproximava eles gritavam: "Continue. Você vai conseguir!" Quando passamos a marca dos 48 quilômetros e lutávamos para permanecer na corrida a despeito da exaustão eles nos incentivaram: "Vocês estão quase lá! Continuem! 

Vocês vão conseguir!"

E nós conseguimos.

Um grande líder cristão, W. A. Spicer, costumava dizer aos seus colegas ministros: "Incentivem as pessoas". Ele sempre falou de esperança, ele se recusou a demorar-se nos problemas da igreja.

Todos somos corredores na corrida da vida, e nessa corrida todo aquele que chega ao final é um vencedor.

Pela graça de Deus, incentivemos uns aos outros e concluamos a corrida.
 
ORAÇÃO

Autor e consumador da minha fé lembra-me hoje que posso ser um vencedor. Para isso preciso apenas viver um dia de cada vez ao Teu lado.

Autor: William G. Johnsson

Nenhum comentário:

Tudo Tem Limite

MEDITAÇÃO DIÁRIA 28 de setembro Tudo Tem Limite Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm; todas são lícitas, mas nem todas ...