sábado, 5 de março de 2011

Maravilhoso Jesus:Mateus 17:12



O Manto de Elias

Mas eu lhes digo: Elias já veio, e eles não o reconheceram, mas fizeram com ele tudo o que quiseram. Da mesma forma o Filho do homem será maltratado por eles. Mateus 17:12 NVI

Os Judeus continuam esperando por Elias. Quando observam o Seder (a Páscoa Judaica) a cada ano, eles deixam um lugar a mais à mesa. A cadeira vazia e os talheres e pratos não utilizados são uma lembrança para eles da promessa com a qual o Antigo Testamento encerra: "Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível Dia do Senhor" (Malaquias 4:5).

Mas Jesus disse que Elias já tinha vindo. Aquela voz no deserto, preparando o caminho para o ministério de Jesus tinha sido ele.

João Batista não era Elias que descera do céu. Antes de João nascer, o anjo Gabriel disse a Zacarias: "Ele irá adiante do Senhor [o Messias] no espírito e poder de Elias" (Lucas 1:17). João seria como Elias – em devoção a Deus e no trabalho.

E assim foi. Até mesmo sua roupa – a roupa de pele de camelo e o cinto de couro – faziam lembrar o grande profeta que vivera 800 anos antes (cf. 2 Reis 1:8). Assim como Elias, João morava no deserto. E como Elias, ele chamou Israel ao arrependimento. Conclamou-os a abandonarem a todos os falsos sistemas de adoração e a colocarem a Deus em primeiro lugar.

Interessante, quando perguntaram a João se ele era Elias, ele não aceitou ser assim cognominado (ver João 1:21). Aparentemente, ele não quis ser identificado com as falsas expectativas de seus contemporâneos, que provavelmente pensavam que o próprio Elias viria à Terra. No entanto, João tomou o manto de Elias.

Mas a história não termina com João, pois a profecia de Malaquias prediz que Deus enviaria Elias "antes do grande e terrível dia do Senhor". Em Apocalipse 14 lemos sobre uma mensagem de advertência que precede a Segunda Vinda de Cristo. Essa mensagem deve ser dada a todo o mundo: "Temei a Deus e dai-lhe glória, pois é chegada a hora do seu juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas"(verso 7). Poderia ser este o cumprimento de Malaquias 4:5, 6?

Muitos cristãos pensam que sim. Vêem a si mesmos como o último elo da corrente que começa com Elias do Antigo Testamento passa por João Batista e chega até a Segunda Vinda. Que herança!

ORAÇÃO

Há uma mensagem urgente e importante a ser dada ao mundo – convidar as pessoas à adoração verdadeira. Ao proclamar essa mensagem, que eu próprio seja um adorador verdadeiro – apaixonado pelo Criador.





Autor: William G. Johnsson

Nenhum comentário:

Imitando a igreja primitiva

  Devocional Diário  Vislumbres da eternidade  19 de julho https://mais.cpb.com.br/meditacao/imitando-a-igreja-primitiva/ Imitando a igreja ...