quarta-feira, 5 de junho de 2024

Oséias 12 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Oséias 12
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


OSEIAS 12 – É inconcebível um homem decente, culto, honesto, fiel, dedicado, polido, generoso e atencioso casar-se com uma prostituta, imoral, indiferente, infiel, aproveitadora, e ingrata. Mas, Deus sendo santo e Soberano do Universo, assumiu conosco compromisso ainda mais sério, mesmo que sejamos miseráveis pecadores, ingratos, corruptos, imorais, infiéis e imundos.

Seu amor é imensurável, indescritível, infinito. Sua graça extrapola a lógica. Deus é muito mais que um Pai e Marido carinhoso, envolvido e atencioso (Oseias 11). Suas ações amorosas destacam-se pela compaixão e longanimidade, pela relutância em punir e por promessas de redenção que oferecem convites para a restauração.

Embora Oseias 11 mostre o amor compassivo de Deus, Oseias 12 enfatiza que a justiça divina requer uma resposta positiva (vs. 1-2).

Deus não usa Sua justiça para humilhar e destruir Seu povo. Suas ações são sempre pautadas no amor restaurador. Oseias 12:2-6 faz referência à história de Jacó para lembrar Israel de suas origens e de como Jacó, apesar de suas falhas, buscou a Deus e recebeu misericórdia. Tanto para Israel, quanto para nós, esse texto é um chamado para imitarmos o faltoso Jacó em seu arrependimento e busca intensa por Deus.

Não podemos ignorar nossos pecados, não podemos fazer de conta que não cometemos erros (I João 1:8, 10). Deus conhece nosso coração, nossas decisões e nossas ações; se ouvirmos a Ele, reconheceremos quão culpados e miseráveis somos e, como precisamos de um Salvador (Oseias 12:7-14). O qual, certamente já temos:

• “Meus filhinhos, escrevo a vocês estas coisas para que vocês não pequem. Se, porém, alguém pecar, temos um intercessor junto ao Pai, Jesus Cristo, o justo. Ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos pecados de todo o mundo” (I João 2:1-2).

• “Portanto, visto que temos um grande sumo sacerdote que adentrou os Céus, Jesus, o Filho de Deus, apeguemo-nos com toda a firmeza à fé que professamos, pois não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas sim alguém que, como nós, passou por todo tipo de tentação, porém, sem pecado. Assim, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade” (Hebreus 4:14-16).

Portanto, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
••••

Nenhum comentário:

O melhor argumento

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 14 de junho https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-melhor-argumento/ O melhor argumento Assim é a...