quinta-feira, 27 de junho de 2024

O brilho das lágrimas

 Devocional Diário

Vislumbres da eternidade
27 de junho

O brilho das lágrimas

Os que com lágrimas semeiam com júbilo ceifarão. Quem sai andando e chorando, enquanto semeia, voltará com júbilo, trazendo os seus feixes. Salmo 126:5, 6

No meio do shopping, um menino chorava inconsolavelmente, cercado por pessoas que tentavam acalmá-lo. Seu choro encheu o lugar com tristeza e dor. Foi quando a mãe chegou, ofegante e agitada. Os dois se fundiram em um abraço apertado e sentido. A mãe lembrou o filho de que não deveria ter se afastado dela, e o menino, entre soluços, concordou. Dois minutos depois, o sorriso retornou ao rosto da criança, e a mãe estava feliz por tê-la de volta em seus braços. O garoto aprendeu a lição de que não há nada melhor do que estar perto da mãe, enquanto a mãe aprendeu a lição de que deveria ter segurado a mão do filho com mais firmeza.

Às vezes é preciso chorar, e chorar sem pressa. O sorriso que começa com uma lágrima tem a força de uma adversidade superada, do crescimento pessoal, do fortalecimento da confiança. Jesus também nos ensina a ver a alegria através das lágrimas. Em seu Sermão do Monte, Ele nos diz que somos felizes ao chorar, porque seremos consolados. Ele nos permite olhar além do momento para que possamos vislumbrar o final, onde Ele está pronto para nos abraçar e fazer-nos esquecer o pranto. Se choramos por uma dor física, Ele nos lembra que haverá um tempo em que não sentiremos mais dor. Se choramos pelos outros, Ele nos lembra que Seu julgamento é justo e que deseja o melhor para Suas criaturas. Se choramos por nossos pecados, Ele nos lembra que não existe anomalia neste mundo da qual não nos possa tirar.

Neste mundo, muitas vezes sairemos andando e chorando, mas voltaremos com alegria. Não importa o quanto você chore, não desista. Não se preocupe com as opiniões dos outros, nem com as tentações da desesperança, nem com a dor da incompreensão. Chore o quanto precisar, mas não deixe de olhar através das lágrimas. No final, um sorriso estará à sua espera.

Não podemos deixar que o pranto nos cegue para a felicidade que virá depois. Se permitirmos que as lágrimas escorram, podemos encontrar o caminho para um sorriso sincero.

Com fé em Deus, olhe para além da tristeza e encontre a alegria que espera você no final da jornada.

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-brilho-das-lagrimas/
●●●

Nenhum comentário:

Ser ou usar

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 21 de julho https://mais.cpb.com.br/meditacao/ser-ou-usar/ Ser ou usar Cuidemos também de nos ...