quinta-feira, 27 de junho de 2024

Miqueias 3 Comentário

  Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Miqueias 3
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


MIQUEIAS 3 – O profeta Miqueias denuncia líderes de Israel por sua injustiça, corrupção e opressão do povo, e proclama o julgamento iminente de Deus sobre eles. Ele condena tanto os governantes quanto os profetas e sacerdotes por sus perversão, profetizando que, devido às suas ações pervertidas, a cidade de Jerusalém seria devastada.

Enquanto Miqueias prevê consequências físicas (destruição de Jerusalém) como resultado do julgamento por causa do pecado, o profeta Amós prevê consequências espirituais (fome da Palavra de Deus, Amós 8:11-12). Miqueias e Amós mostram que as ações injustas levam a uma separação de Deus e a um sofrimento subsequente.

O texto de Miqueias 3 fala a todas as épocas, e para nossa realidade não é diferente:

• Assim como os líderes de Israel proclamavam uma falsa segurança enquanto eram corruptos (Miqueias 3:11), no tempo do fim haverá um aumento da apostasia e da falsa segurança entre os líderes religiosos, conforme descrito em várias passagens escatológicas, por exemplo II Tessalonicenses 2:3-4.

• Aqueles que rejeitam à Palavra de Deus no presente, preferindo as palavras dos falsos profetas, quando for tarde demais e a verdadeira Palavra de Deus estiver escassa, muitos buscarão por todos os lados, mas não a encontrarão (Miqueias 3:1-7). Isso é consistente com passagens que falam sobre a escassez do ensino bíblico verdadeiro nos últimos dias (II Timóteo 4:3-4; II Tessalonicenses 2:9-11).

• Os tempos de tribulação antes da segunda vinda de Cristo são caracterizados por grande apostasia e corrupção, como foi antes da destruição de Jerusalém (Miqueias 3:9-12). Assim, tal como Miqueias profetizou a destruição de Jerusalém devido ao pecado, no período escatológico haverá um julgamento final sobre a injustiça e o pecado do mundo. A advertência contra a corrupção e a promessa de julgamento ressoam como um lembrete constante da santidade de Deus e da necessidade de integridade moral (Romanos 2:2).

Se quisermos viver os planos de Deus em meio a corrupção social, devemos atentar para Miqueias 3:8, que nos ensina a:

1. Buscar dependência do Espírito Santo para obter força e coragem.
2. Praticar a justiça como fruto do Espírito.
3. Ser capacitado pelo Espírito para cumprir a missão profética.
4. Ter clareza e ousadia na denúncia do pecado.
5. Desenvolver confiança no Espírito em tempos de apostasia generalizada.

Reavivemo-nos no Espírito! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
••••

Nenhum comentário:

Imitando a igreja primitiva

  Devocional Diário  Vislumbres da eternidade  19 de julho https://mais.cpb.com.br/meditacao/imitando-a-igreja-primitiva/ Imitando a igreja ...