quinta-feira, 30 de maio de 2024

Vivendo as promessas

 Devocional Diário

Vislumbres da eternidade
30 de maio
https://mais.cpb.com.br/meditacao/vivendo-as-promessas/

Vivendo as promessas

Então Jonas, do ventre do peixe, orou ao Senhor, seu Deus. Jonas 2:1


A internet contém muitas dicas sobre como proceder quando você se encontra em perigo, seja ele o ataque de um urso ou de um crocodilo, um terremoto, um ciclone… As dicas são boas, mas você pode se perguntar: Qual é a chance de isso acontecer comigo? Pois bem, Jonas possivelmente pensasse o mesmo. Mas, uma vez dentro da barriga do peixe, ele não poderia perguntar para a internet: “Como tirar um profeta rebelde da barriga de um peixe enorme?”

Mesmo assim, ele obteve a resposta – confiando em Deus! O capítulo 2do livro de Jonas é uma verdadeira maravilha. Primeiro, porque dá para perceber que ele conhecia bem o hinário da época. Ele começa aludindo ao Salmo 12:1. Depois ao 42:7 e, em seguida, ao 31:22, ao 69:1 e 2, ao 30:3, ao 18:6, ao 31:6 e, finalmente, ao 3:8. Baseado nesses salmos favoritos, o profeta compôs uma canção. Todas as alusões têm algo em comum: pedem a proximidade do Senhor. Jonas fala no tempo verbal passado, como se já estivesse fora do ventre daquele grande peixe. Isso é confiança. E essa confiança, essa fé nas promessas divinas, foi que o tirou da barriga daquele animal marinho.

A frase-chave da oração de Jonas é: “Ao Senhor pertence a salvação.” Essa é uma expressão que define com total clareza o segredo para vencer qualquer dificuldade. Deus garante que nos salvará e cumpre Sua promessa. Só temos que nos agarrar a ela e esperar. Deus pode traçar caminhos sobre mares, derrubar muralhas com trombetas, matar gigantes com uma simples pedrinha ou fazer um grande peixe regurgitar. Ele converte o que há de mais fantástico em história real.

Esse Deus pode lhe dar ânimo quando você acorda de manhã, pode ajudar você a passar naquela matéria que parece uma muralha, pode facilitar as relações com seu intolerante chefe ou permitir que você fique livre de uma situação difícil. Deus não aparece só na hora da foto ou para montar o espetáculo; Ele acompanha você a cada instante, nas pequenas e nas grandes batalhas da vida.

Grave na memória alguns hinos do seu hinário. Eles o ajudarão a confiar em Deus nos momentos de dificuldade, quando a vida o estiver engolindo por inteiro. Nesses momentos, relembre as promessas do Senhor, e Ele o livrará.

Nenhum comentário:

Quem ri por último ri melhor

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 22 de junho Quem ri por último ri melhor Sara disse: “Deus me deu motivo de riso. E todo aquel...