segunda-feira, 1 de abril de 2024

Ezequiel 7 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Ezequiel 7

Comentário: Pr. Heber Toth Armí


EZEQUIEL 7 – “Chegou o fim” é a nota tônica deste capítulo. Essa expressão é uma referência ao julgamento iminente que Deus prometeu enviar sobre Israel devido a sua infidelidade, perversidade e iniquidade.

Esse “fim” refere-se ao fim da tolerância divina diante da contínua rebelião do povo judeu contra Deus. Ezequiel, então, profetizou a destruição de Jerusalém, do templo e do povo, resultando em exílio e sofrimento.

É importante notar que as Escrituras, por mais antigas que sejam, têm aplicações atemporais para as pessoas de todos os tempos e lugares. Embora o contexto específico do profeta Ezequiel seja Israel e sua situação naquela época, as lições sobre a seriedade do pecado, a necessidade de arrependimento e a inevitabilidade do julgamento divino são universais.

O dia de juízo de Jerusalém prenunciava o vindouro e grandioso Dia do Senhor, quando se derramará a ira antes da redenção dos fiéis (Salmo 2:5; Apocalipse 6:1-19:21; Joel 1:15; Amós 5:18-20; Isaías 2:11-17).

Explorando esse capítulo, o Comentário Bíblico Adventista faz uma importante reflexão: “Certos psicólogos afirmam que o ser humano não é responsável por seus atos. Alegam que ele é vítima de desordens glandulares ou de um sistema nervoso instável, ou ainda de ambiente inadequado. A religião bíblica afirma e demonstra que o poder do evangelho é maior do que todas as tendências para o mal, sejam herdadas ou cultivadas”.

• Ezequiel 7 apresenta uma mensagem poderosa sobre o fim do tempo de graça, oportunidade de salvação concedida por Deus à humanidade.

“Chegou o fim” é uma advertência solene sobre a conclusão da tolerância divina diante do pecado persistente, mesmo enviando as poderosas mensagens do evangelho. Assim como Jerusalém enfrentou o juízo por sua rebeldia, o mundo enfrentará um dia o fim do tempo de graça.

Hoje, vivemos num mundo onde o pecado e a injustiça, a corrupção religiosa e hipocrisia, abundam. A desobediência a Deus e a rejeição ao Seu evangelho imperam em todos os lugares.

• A mensagem de Ezequiel 7 ressoa como um eco, lembrando-nos da seriedade do pecado e da inevitabilidade do julgamento divino.

O fim do tempo de graça é uma realidade iminente que não pode ser ignorada (Ezequiel 7:23-27). É um chamado para a ação, para o arrependimento e a busca da salvação em Cristo. Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
••••

Nenhum comentário:

Beleza interior

  Devocional Diário Beleza interior Quão grande é a Sua bondade! E quão grande é a Sua formosura! Zacarias 9:17 A estética é muito important...