domingo, 28 de abril de 2024

Ezequiel 34 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Ezequiel 34
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


EZEQUIEL 34 – Ninguém terá desculpas diante do julgamento divino. Apesar dos péssimos pastores, dos falsos líderes religiosos, dos corruptos líderes espirituais, Deus reage para guiar, restaurar e pastorear Suas ovelhas. Só não aceita quem rejeita o caminho certo por preferência pelo caminho errado.

Uma síntese do capítulo nos ajuda a entender melhor sua mensagem em relação a esse assunto:

• Embora haja uma forte condenação aos pastores de Israel por negligência para com o rebanho, resultando na dispersão das ovelhas (Ezequiel 34:1-10), há também promessa de intervenção divina para cuidar do rebanho disperso, buscando ovelhas perdidas, fortalecendo as fracas e destruindo as rebeldes (Ezequiel 34:11-16).

• A intervenção divina visa julgar entre as ovelhas gordas e magras, a promessa de um novo Pastor, representado por Davi, para cuidar do rebanho (Ezequiel 34:14-24); inclui promessa de uma aliança de paz, bênçãos sobre a terra e segurança para o povo de Israel, demonstrando que o Senhor está com eles (Ezequiel 34:25-31).

No Salmo 23, Davi que tinha sido pastor de ovelhas, retrata Deus como um Bom Pastor que cuida bem de Suas ovelhas, proporcionando-lhes descanso, provisão e proteção. Ele contrasta a bondade e a misericórdia de Deus com a negligência e a frieza dos pastores humanos.

Em Jeremias 23, o profeta também condena líderes espirituais de Israel que dispersaram e destruíram as ovelhas de Deus. E, corroborando com Ezequiel, Jeremias promete que Deus levantará pastores que cuidarão do rebanho com integridade e compaixão. Embora o Pastor por excelência seja Jesus, que dá a vida por Suas ovelhas, diferentemente dos pastores mercenários que abandonam o rebanho em tempos de perigo (João 10:1-18), Ele atua em Sua igreja através dos pastores orientados e moldados por Sua Palavra (I Pedro 5:1-4), como prometido em Jeremias 3:15.

A preocupação de Deus em fortalecer os fracos, curar os doentes e buscar os perdidos conforme revela Ezequiel 34 é também de cada membro do Seu povo – não é exclusivamente dos pastores. E, isso é uma questão escatológica relevante para Jesus, o Sumo Pastor (Mateus 25:31-46).

Diante desse estudo, devemos:

• Cultivar uma relação íntima com o Bom Pastor.
• Ter discernimento espiritual em relação aos líderes religiosos.
• Atuar ativamente na busca e cuidado pelas ovelhas fracas e perdidas.
• Aguardar o retorno do Supremo Pastor.

Portanto, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
••••

Nenhum comentário:

Amigos para toda a vida

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 25 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/amigos-para-toda-a-vida/ Amigos para toda a vida ...