segunda-feira, 25 de março de 2024

Lamentações 5 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Lamentações 5
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


LAMENTAÇÕES 5 – São os segundos sem esperança que parecem eternidades de vazio e desespero; pois, a esperança é o combustível da alma, sem ela, a vida perde seu propósito. Mak Finley salientou que “alguém disse com propriedade: ‘Você pode viver vários dias sem alimento, horas sem água, minutos sem ar, mas apenas segundos sem esperança”.

A esperança é a chama que nos mantém vivos durante os difíceis momentos sombrios. Através das terríveis adversidades é a esperança que nos sustenta e nos impulsiona a avançar.

Sendo que a falta de esperança transforma cada instante num fardo insuportável de carregar, é que Deus nos alcança onde estamos e tira-nos da lama em que nos chafurdamos. Por isso, como inicia Lamentações 5, com esperança podemos clamar a Ele: “Lembra-Te, Senhor, do que tem acontecido conosco; olha e vê nossa desgraça...”.

Evidentemente, quando tudo parece perdido, só existe esperança em Deus. Por isso, mesmo em meio à lamentação, há uma expressão de fé de que Deus está presente e pode intervir.

Em Lamentações 5:19, Jeremias clama: “Tu, Senhor, reinas para sempre; teu trono permanece de geração em geração”. A soberania de Deus é a esperança para quem sofre a tirania humana. Ao erguer os olhos da fé acima da desgraça, podemos alcançar o reconhecimento de que Deus continua reinando e que Seu domínio é eterno. Isso sugere uma confiança na fidelidade divina, apesar das circunstâncias adversas.

Embora o tom geral de Lamentações 5 seja de tristeza e lamento, esses versículos demonstram que, mesmo em meio ao sofrimento, há espaço para a esperança e a confiança na bondade e poder soberano de Deus. Em meio à instabilidade e desolação de nossa sociedade caótica, ao reconhecer a estabilidade divina encontraremos base para a esperança.

Das profundezas expressas em palavras (Lamentações 5:1-20) depois de reconhecer que o pecado é a razão de tanta desgraça e aflição, Jeremias exclama com certa expectativa no final do capítulo 5 que, embora a libertação divina possa não vir, é a única possibilidade de esperança.

Embora haja uma forte consciência da gravidade do pecado (Lamentações 5:22) há um apelo à misericórdia de Deus (Lamentações 5:21). Desta forma, se nossa desgraça exige uma restauração, precisamos reconhecer nossos erros e apegar-nos à misericórdia divina.

Certamente, há esperança! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
••••

Nenhum comentário:

As primeiras coisas

  Devocional Diário As primeiras coisas Aos filhos das concubinas que tinha, Abraão deu presentes. Gênesis 25:6 Dizem que Boston é a cidade ...