segunda-feira, 18 de março de 2024

Cordão azul

 Devocional Diário


Cordão azul

Fale aos filhos de Israel e diga-lhes que ao longo das suas gerações coloquem franjas nas extremidades das suas capas e ponham um cordão azul em cada franja. Números 15:38


Uma das normas mais curiosas do Pentateuco sobre a santidade tem a ver com uma marca no vestuário. Não há dúvida de que a roupa exibe uma identidade e, por conseguinte, uma diferenciação das demais pessoas. Na Bíblia, essa função estética se converteu em um símbolo. Colocar um cordão azul nas franjas das túnicas e dos mantos era muito mais do que uma moda: era uma demonstração de compromisso.

Em Números 15:37 a 41, Deus Se adianta a qualquer tendência da moda atual e propõe que Seu povo ponha nas extremidades de seus trajes uma franja com um cordão azul, algo bem celeste. Como indiquei previamente, o objetivo era simbólico. Era para lembrar quem eram, a fim de não se deterem a olhar ou pensar em algo que os separasse de sua relação com Deus. Que interessante! Não estou dizendo que é para colocarmos tiras azuis em nossas roupas, mas sim pedacinhos do Céu em nossa vida. Recordemos quem somos e não nos detenhamos a olhar ou a pensar no que é vão, naquilo que nos distancia de uma existência plena. E mais: mostremos nossas “cores” para as pessoas que nos rodeiam. Dessa maneira, fortaleceremos nossa identidade e ajudaremos outros a se sentirem mais perto de Deus.

O texto termina de forma magistral: “Eu sou o Senhor, o Deus de vocês, que os tirei da terra do Egito, para ser o Deus de vocês. Eu sou o Senhor, o Deus de vocês.” Esse, sim, é um cordão azul de qualquer mensagem para um crente. Deus começa conosco. Ele participa das histórias de nossa vida nos libertando de todo tipo de escravidão, pois Ele é nosso Deus. Ele vai até o fim conosco. Pode haver alguém como Ele? Onde poderemos encontrar tanto interesse, tanto carinho, tanto compromisso, tanta vida? Estou certo de que se eu tivesse sido um escriba bíblico, teria registrado, sem sombra de dúvida, que cada um desses versos esconde uma mensagem fascinante, vivificante, santificadora.

Hoje, Deus olha em nossos olhos e, com um sorriso infinito, sussurra: “Eu sou o Senhor, o Deus de vocês.” Deixe o Senhor ser o seu Deus e permita que Ele coloque em sua vida e em seu caráter a Sua marca distintiva.

Vislumbres da eternidade
18 de março
https://mais.cpb.com.br/meditacao/cordao-azul/
•••

Nenhum comentário:

Palavras caducas e palavras perenes

  Devocional Diária Palavras caducas e palavras perenes “Os lábios que falam a verdade permanecem para sempre, mas a língua mentirosa desapa...