terça-feira, 20 de fevereiro de 2024

Jeremias 23 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Jeremias 23
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


JEREMIAS 23 – Antes de abordar a questão dos falsos pastores e profetas, o profeta Jeremias profetizou a restauração do povo de Deus disperso. O capítulo apresenta a salvação, julgamento e o reinado do Messias, nisso consiste a esperança do verdadeiro crente.

Embora seja importante o vislumbre messiânico nesta profecia (Jeremias 23:1-8), sua relevância destaca-se pela existência de falsos profetas que intentam ruir a espiritualidade do povo de Deus. Jeremias lamenta a existência desses falsos pregadores, mas Deus revela-lhe o resultado vergonhoso que terão (Jeremias 23:9-40).

Em Jeremias 23, pelo menos cinco características destacam-se nos falsos pregadores:

• Destroem e dispersam as pessoas do povo de Deus (Jeremias 23:1), pois em vez de serem coerentes com suas funções espirituais/eclesiásticas de guiar o povo para a justiça e retidão, eles praticam ações más e promovem a impiedade entre o povo (Jeremias 23:9-14).
• Enganam e iludem seus ouvintes propagando suas próprias visões e suas previsões vazias; são pregações apresentadas com convicção e ousadia, porém originam-se da própria mente deles – não vêm do trono de Deus, mas dos caldeirões do inferno. Portanto, suas palavras não têm poder para edificar ou transformar a vida de ninguém, apenas de transtornar (Jeremias 23:1, 16).
• Agem conforme a própria vontade, desta forma desobedecem a Deus e desprezam Seus preciosos mandamentos (Jeremias 23:17-18). Por isso, quando prometem paz, seus seguidores e apoiadores encontrarão a ruína – suas esperanças falsas enganam o povo.
• Embora aparentam ser dedicados religiosos, eles não foram enviados por Deus – consequentemente, não possuem qualquer autoridade divina de falar em Seu nome (Jeremias 23:21); seus sonhos e profecias são contra a Palavra de Deus e serão sentenciados por essa Palavra (Jeremias 23:25-29, 33-36).
• Em vez de cuidar do povo, eles cuidam de si mesmos; a motivação deles é egoísta; são movidos por ganância, status e prestígios – por isso, exploram o povo, ignoram a verdade e desprezam a Deus (Jeremias 23:22-24, 30-32). Isso explica por que Deus os condena (Jeremias 23:37-40).

Nosso foco precisa ser a pessoa e obra do Messias, Ele é nossa única esperança; contudo, precisamos ficar bem atentos para não envolver-nos num emaranhado de opiniões humanas que nos enredam em conceitos errados e desviam-nos da verdade e do Salvador!

A Bíblia alerta-nos que precisamos tomar cuidado para não sermos enganados! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
••••

Nenhum comentário:

Jenga e Lego

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 20 de julho https://mais.cpb.com.br/meditacao/jenga-e-lego/ Jenga e Lego Irmãos, pelo nome de ...