sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

Jeremias 26 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Jeremias 26
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


JEREMIAS 26 – A Palavra de Deus no livro de Jeremias mistura repreensão, advertência, promessa de restauração, justiça, misericórdia, fidelidade e aliança. Deus o escolheu para revelar Suas mensagens para aquele tempo e para a história. Ele denuncia a idolatria, a injustiça social, a corrupção e a rebeldia, e mostra que, sem reação positiva ao chamado para voltar-se a Deus, as consequências seriam nefastas.

Por mais habilidoso que fosse Jeremias nas palavras, seus ouvintes não reagiram como deveriam. Embora não fossem apenas negativas – havia graça, misericórdia, promessa de restauração, esperança em suas mensagens – mesmo assim o povo voltou-se contra o representante de Deus. Por conseguinte, o profeta experimentou profundamente o fardo de proclamar a Palavra divina, como se vê na tentativa de matá-lo em Jeremias 26.

Jeremias não foi o único a sofrer o peso da Palavra profética. Havia também um homem que profetizava contra Jerusalém e Judá, chamado Urias, filho de Semaías, de Quiriate-Jearim. Quando o rei Jeoiaquim e seus oficiais ouviram suas palavras, procuraram matá-lo, mas Urias fugiu ao Egito. No entanto, Jeoiaquim mandou homens para trazê-lo de volta, e então foi morto pelo rei do povo de Deus (Jeremias 26:20-23). Graças a Aicão, filho de Safã, Jeremias não teve o mesmo destino que Urias (Jeremias 26:24).

Porém, Jeremias fora levado perante líderes espirituais, bem como perante o povo, para ser julgado por suas palavras proféticas. Contudo, alguns anciãos o defenderam com base nas Escrituras, nas profecias de Miquéias, não com base no gosto pessoal (Jeremias 26:1-19). Daqui, extraímos importantes lições de vida:

• Todo líder espiritual deve ser avaliado pela Palavra de Deus, não pelo gosto pessoal para não cairmos no engano que resultará em grande mal.
• O pregador enraizado nas Escrituras deve ser respeitado e protegido, pois suas mensagens não são meramente suas opiniões, mas revelações divinas.
• Como os nobres de Judá que defenderam Jeremias com base nas profecias de Miquéias, devemos examinar as Escrituras para confirmar a veracidade das mensagens que ouvimos.
• Não devemos seguir pregadores por preferência pessoal ou afinidade. A verdade das Escrituras deve ser valorizada acima de qualquer inclinação pessoal.
• Em vez de seguir cegamente o que ensinam certos líderes religiosos, devemos examinar tudo à luz da Bíblia, como fizeram os bereanos em Atos 17:10-12.

Reavivemo-nos na Palavra! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
••••

Nenhum comentário:

No caminho

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 12 de julho https://mais.cpb.com.br/meditacao/no-caminho/ No caminho Ensine a criança no camin...