quarta-feira, 22 de novembro de 2023

Cântico dos Cânticos 7 Comentário

  Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Cântico dos Cânticos 7
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


CÂNTICO DOS CÂNTICOS 7 – Intimidade sexual não é imoral, quando dentro dos padrões estabelecidos pelo Criador em Sua Palavra. Leia com atenção aos 13 versículos deste capítulo numa versão moderna.

Leia cada frase... Note que nos campos da alma floresce a beleza daquele que busca a essência do amor. Observe que a jornada do amor romântico transcende aos limites do tempo, escrevendo histórias eternas nas páginas do coração. Perceba que a sabedoria do amor escreve um livro de paixão, onde cada capítulo é escrito com a tinta indelével do carinho, e suas páginas são lidas pelos olhos do coração!

Considere com atenção cada palavra até captar que a verdadeira grandiosidade está em reconhecer a preciosidade de cada momento compartilhado na jornada a dois. Desta forma, como o sol que ilumina cada manhã, o amor resplandece na vida daqueles que escolhem trilhar juntos o caminho da plenitude.

Continuando o capítulo anterior, o capítulo 6 o Amado expressa suas emoções (versos 1-9) e então a Amada reage complementando as expressões de amor (versos 9-13). Este capítulo incorpora elementos românticos da época salomônica através de fortes imagens poéticas, elogios detalhados e uma narrativa que enfatiza a busca e a união entre o casal apaixonado.

Nesse tema, Ellen White reflete profundamente: “O calor da verdadeira amizade e do amor que une o coração de marido e mulher é um antegozo do Céu. Deus ordenou que houvesse perfeito amor e harmonia entre os que participam da relação matrimonial. Que o noivo e a noiva, em presença do universo celestial, se comprometam a amar-se mutuamente como Deus lhes ordenou que fizessem”.

Ela ainda declara: “Quando os princípios divinos são reconhecidos e obedecidos nesta relação, o casamento é uma bênção; preserva a pureza e felicidade do gênero humano, provê as necessidades sociais do homem, eleva a natureza física, intelectual e moral”.

O amor deve ser evidente nos gestos. As demonstrações de afeto no texto sagrado revelando carinho e elogios contribuem para uma atmosfera romântica e para uma agradável e prazerosa conexão emocional. Para isso, a presença de Cristo no casamento é primordial. “O amor de Cristo é profundo e ardente, fluindo como uma irreprimível torrente para todos os que O aceitarem”, comenta White.

Pelo amor de Cristo, podemos reavivar o romantismo! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
••••

Nenhum comentário:

Hotel Abraão

  Devocional Diário Hotel Abraão Abraão plantou uma tamargueira em Berseba e invocou ali o nome do Senhor, o Deus Eterno. Gênesis 21:33 Um c...