segunda-feira, 30 de outubro de 2023

Provérbios 27 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Provérbios 27
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


PROVÉRBIOS 27 – Os sentimentos negativos fazem tremendos estragos nos relacionamentos. Amizades e até famílias são destruídas por causa de sentimentos pervertidos. Ellen White afirma que “a inveja, o ciúme e as más suspeitas são uma sombra infernal pela qual Satanás procura impedir que vocês tenham uma visão do caráter de Cristo, de forma que, contemplando o mal, vocês sejam inteiramente transformados à sua imagem”. Considere este texto:

“O rancor é cruel e a fúria é destruidora, mas quem consegue suportar a inveja?” (Provérbios 27:4). Os sábios servos de Ezequias desde o capítulo 25, vem tratando da sabedoria emocional. A pessoa com falta de controle e com incapacidade de conter as emoções como a inveja e o ciúmes é como cidades sem muros onde seus moradores vulneráveis correm perigos (Provérbios 25:28).

Também, aqueles que conseguem controlar-se pretendendo enganar, são maliciosos e malignos, altamente perigosos. Provérbios 26:24-26 adverte contra as más suspeitas e a hipocrisia. Mostra as palavras daqueles que escondem suas más intenções. A verdadeira transformação e o verdadeiro domínio próprio não é possível ao pecador, é uma obra sobrenatural do Espírito Santo (Gálatas 5:22-23).

Ao chegar a Provérbios 27:4, os sábios destacam a força irrefreável da inveja, desvendando-a como algo furioso e impetuoso. O texto revela que a inveja é uma emoção destrutiva, difícil de controlar e superar. Esse sentimento é bem sutil, muitas vezes, mas seus estilhaços podem superar as tenebrosas desgraças causadas pela fúria e pela ira.

Ainda assim, Provérbios 27 contêm lindas mensagens sobre amizades, sabedoria e autocontrole. “Perfume e incenso trazem alegria ao coração; do conselho sincero do homem nasce uma bela amizade” (Provérbios 27:9). A incerteza da vida e do futuro (Provérbios 27:1-2), o peso da existência causada pela irritação e a inveja (Provérbios 27:3-4), a necessidade de correção, lealdade, companheirismo, os perigos desta vida (Provérbios 27:5-13), e os desafios deste mundo (Provérbios 27:14-27) fazem da amizade uma grandiosa necessidade.

“Nas horas da tentação, em uma crise, quão valioso é um amigo verdadeiro! Em tais ocasiões, Satanás manda seus agentes fazerem com que tropecem as pernas trementes; mas os amigos genuínos que aconselham, que comunicam fascinante esperança e fé tranquilizadora que eleva a pessoa – oh tal auxílio vale mais que pérolas preciosas”, expressa Ellen White. Portanto, reavivemos nossos relacionamentos! – Heber Toth Armí.
••••

Nenhum comentário:

O melhor argumento

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 14 de junho https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-melhor-argumento/ O melhor argumento Assim é a...