sábado, 28 de outubro de 2023

Provérbios 25 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Provérbios 25
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


PROVÉRBIOS 25 – Uma nova seção inicia neste capítulo. O primeiro versículo introduz a seção que se estende até o final do capítulo 29. Como outros provérbios, estes também oferecem conselhos para uma vida justa e bem-sucedida, baseados na sabedoria divina – a sabedoria está enraizada na teologia, a qual é dom de Deus à humanidade!

Provérbios 25:1 indica que as máximas desta seção foram transcritas pelos homens de Ezequias, que reinou por 29 anos (726-697 a.C.). “Estes provérbios foram copiados de outros escritos ou coleções, e alguns, talvez, de fontes orais – de pessoas que aprenderam com Salomão esses dizeres. Dentre os que ajudaram nesta tarefa poderiam estar o profeta Isaías, o escrivão Sebna e o cronista Joá (2Rs 18:18; cf. 2Cr 26:22)”, explica o Comentário Bíblico Adventista.

Estas compilações preservaram e organizaram cuidadosamente os provérbios desta coleção, indicando a importância concedida à sabedoria divina desta seção. O Espírito Santo inspirou os compiladores de Ezequias para registrar esses princípios de sabedoria. Assim, estas compilações são tão relevantes, importantes, e divinamente inspiradas quanto toda a coleção de Provérbios de Salomão (1:1-22:16) e dos sábios além de Salomão (22:17-24:34).

Provérbios 25:1 informa-nos como toda a coleção da tradição sapiencial contida em Provérbios 25:2 a 29:27 foi preservada. Do ponto de vista teológico, isso sugere uma continuidade na revelação divina ao longo das gerações, pois Salomão era o 3º rei de Israel, e Ezequias o 13º rei de Judá. Pode-se afirmar então, que Deus não apenas inspirou Salomão, mas também a outros sábios e inclusive agiu para preservar e atuou na transmissão dessa sabedoria através da compilação no tempo de Ezequias.

Uma das lições importantes desta nova coleção de Provérbios, é que sua introdução ressalta não apenas a origem divina da sabedoria, mas também a sua relevância contínua para as gerações futuras. Desta forma, somos incentivados a buscar e valorizar a sabedoria divina em nossa própria vida, compreendendo que ela é atemporal e universal.

Outra lição decorrente da introdução descrita em Provérbios 25:1 aponta que a Palavra de Deus não foi apenas inspirada inicialmente, mas também foi cuidadosamente preservada ao longo do tempo assegurando sua autenticidade e relevância. Portanto, Deus não apenas falou no passado, Ele continua a transmitir Sua sabedoria ainda hoje, guiando Seu povo nos dias atuais! – Heber Toth Armí.
••••

Nenhum comentário:

Espera ativa

  Devocional Diário  Vislumbres da eternidade  19 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/espera-ativa/ Espera ativa Não deixarei que fiqu...