terça-feira, 12 de setembro de 2023

A QUEDA

 Meditação Diária

12 de setembro

A QUEDA

Então o Senhor Deus disse à mulher: “Que é isso que você fez?” A mulher respondeu: “A serpente me enganou.” Gênesis 3:13

Após o registro da criação perfeita de nosso mundo, Gênesis relata como tudo começou a se deteriorar. O capítulo 3 responde à pergunta: “Por que há o mal e o sofrimento?” Satanás observou a felicidade do primeiro casal, recém-empossados como governadores da Terra, e planejou aliciá-los em seu desafio ao Criador. Para conseguir seu intento em um ambiente mais que perfeito, ele recorreu a uma novidade: um animal que falava. Assim, ele usou a serpente como médium e agiu para persuadir Adão e Eva e levá-los a transgredir o mandamento de Deus.

De forma sutil, ele ofereceu duas perspectivas: a imortalidade e a semelhança com Deus. Ironicamente, eles já possuíam as duas. Satanás nunca propõe algo melhor que aquilo que Deus nos oferece. Eles tanto foram criados à imagem e semelhança de Deus como, na condição em que se encontravam, eram imortais. Poderiam perder a imortalidade somente se provassem do fruto proibido. No jardim do Éden, em meio a tantas e belas árvores, havia duas especiais: a árvore da vida e a árvore da ciência do bem e do mal. A primeira mantinha a imortalidade, a segunda a retirava.

Eva cedeu à tentação. “Foi a desconfiança da bondade de Deus, a descrença em Sua palavra e a rejeição de Sua autoridade que fizeram nossos primeiros pais serem transgressores” (Educação, p. 16 [25]). Era isso que significava comer do fruto proibido. Aquele não foi um pecadinho, mas o maior pecado cometido. Ninguém é capaz de cometer um pecado tão grande como aquele. Eu explico. Somos seres humanos com natureza pecaminosa. Por mais que alguém peque, apenas consegue tornar-se um maior pecador. Nossos pecados, mesmo os piores, não conseguem alterar nossa natureza. Contudo, aquele primeiro pecado no Éden alterou a natureza humana. Deixamos de possuir natureza santa e passamos à condição em que hoje estamos. Perdemos tanto o desejo como a capacidade de O conhecer (Educação, p. 19 [28, 29]).

Hoje, devido à operação do Espírito Santo, podemos desejar a comunhão com Deus e receber poder para obedecer. Hoje, apegando-nos firmemente à Sua Palavra, poderemos vencer as tentações que surgirem em nosso caminho. 

https://mais.cpb.com.br/meditacao/a-queda-2/
https://youtu.be/Z9xH2SXYYw8

Nenhum comentário:

O poder da informação

  Devocional Diário O poder da informação Que eles deem graças ao Senhor por Sua bondade e por Suas maravilhas para com os filhos dos homens...