terça-feira, 29 de agosto de 2023

Salmos 115

  Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Salmos 115
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


SALMO 115 – Existem vários deuses. O próprio Deus da Bíblia reconhece a existência deles. Embora muitos neguem a existência de outros deuses, na Bíblia, Deus reconhece que eles existem. Tanto que Ele proíbe aos Seus servos terem outros deuses diante dEle num de Seus Dez Mandamentos à humanidade (Êxodo 20:3).

Comentando o Salmo 115, Lawrence Richards faz a seguinte observação: “A Páscoa relembra eventos que separam o Deus de Israel de todas as divindades das outras nações. Os pagãos zombam, porque Deus não pode ser visto, mas os seus ídolos de prata e de ouro são massas inanimadas”.

É interessante saber que este Salmo “foi composto nos primeiros dias após o retorno da Babilônia, quando os pequenos grupos de colonizadores eram importunados pela zombaria e escárnio de seus inimigos. Essa era sua réplica, pondo em relevo o contundente contraste entre os ídolos de seus vizinhos e a majestade do Senhor. Ele nos lembra a descrição que Isaías faz da confecção de um ídolo. Os ídolos tinham uma forma sólida, mas não possuíam poder. O Senhor não tinha aparência externa, mas [possuía] todo o poder”, acrescenta F. B. Meyer.

Interessante que aqueles que têm deuses inferiores se gabam e se acham no direito de atacar a crença dos que creem num Deus superior. Os adoradores de deuses insignificantes são atrevidos em sua ousadia de confrontar ao povo do Deus verdadeiro. No entanto, o Salmo 115 é uma resposta apologética aos zombadores dos seguidores do verdadeiro Deus.

A falta de conhecimento torna a ignorância atrevida, que leva os arrogantes a práticas estúpidas. A visão tacanha da religião torna as pessoas intolerantes, desrespeitosas e abusadas. Tais pessoas precisam saber da verdade, mas devem ouvi-la com profundo amor e bondade.

O Salmo 115 ressalta o conceito de que a verdadeira divindade não precisa ser materializada em ídolos, como é comum nas religiões forâneas à Bíblia. Em vez disso, a transcendência do Deus bíblico é valorizada, enfatizando Sua natureza além do físico e Sua superioridade sobre as divindades representadas por ídolos.

Diferentemente dos ídolos, “jamais poderemos esgotar os recursos de Deus, por maiores que sejam nossas petições”, declara Meyer sobre o Salmo 115.

Então, todos são convidados a desfrutar das bênçãos advindas do compromisso com o verdadeiro Deus. Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
••••

Nenhum comentário:

Oportunidades

 Oportunidades Se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, produz muito fruto. João 12:24 Foi muito triste...