segunda-feira, 28 de agosto de 2023

Salmos 114 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Salmos 114
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


SALMO 114 – A reflexão espiritual precisa piamente pautar-se na correta compreensão de Deus e em Seu real e verdadeiro caráter. Qualquer perversão implica em deterioração e corrupção de Seu ser. Precisamos tomar muito cuidado para não criar um deus que não existe – seja materialmente, ou mentalmente.

• O Salmo 114 está dentro de uma estrutura teológica sólida, ampla e profunda. Perdemos muito em nossa compreensão de sua mensagem sem considerar seu contexto.

Paul House sintetiza auxiliando-nos em sua compreensão, ao afirmar que “as obras de Deus (Sl 111) e Sua bênção sobre os justos e sábios (Sl 112) merecem louvor, da mesma forma como o merecem a incomparabilidade de Yahweh (Sl 113) e o livramento de Israel do Egito (Sl 114). Em outras palavras, esse Deus é vivo, real. Por outro lado, ídolos não passam de imagens, sem qualquer capacidade de ver, ouvir, andar ou pensar. Todos os que os adoram são tolos (Sl 115:3-7). Os adoradores do Senhor possuem um Deus que sabe (115:12), ouve (116:1) e ama (117:2). Possuem um Deus que, de uma forma que imita o êxodo, é capaz de restaurá-los à sua pátria (118:10-14). Mais uma vez a singularidade de Yahweh torna os deuses tão comuns, sem nada de especial, que eles claramente não existem”.

A mensagem dos Salmos nesse contexto é relevante para nós tanto quanto foi para Jesus. A Bíblia Andrews argui que os Salmos 113-118 são uma “antologia de salmos conhecida como Hallel, usada na adoração judaica por ocasião das grandes festas anuais (Lv 23; Nm 10:10) e cantada na noite de Páscoa, durante o culto. Os Salmos 113 e 114 eram recitados antes da celebração da refeição pascoal. Já os Salmos 115 e 118 eram cantados após a refeição. É muito provável que Jesus Cristo tenha cantado esses Salmos após comer o cordeiro pascoal e celebrar a Última Ceia (Mt 26:20-30)”.

• O Salmo 114 ensina que Deus controla a natureza, provê libertação da escravidão, Se faz presente entre Seu povo; por tudo isso, Ele merece nossa reverência e total devoção.

A maior libertação, tirando-nos das garras do pecado e do diabo, foi paga por Cristo ao entregar-nos Sua vida na cruz. Por conta disto, podemos aguardar o maior êxodo – retirados deste mundo para o Céu. Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
••••

Nenhum comentário:

Espera ativa

  Devocional Diário  Vislumbres da eternidade  19 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/espera-ativa/ Espera ativa Não deixarei que fiqu...