quarta-feira, 23 de agosto de 2023

Salmos 109 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Salmos 109
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


SALMO 109 – A oração ocupa um lugar especial na Bíblia, a qual recebe um livro recheado de orações. Além dos Salmos, “que em si mesmo é um livro de orações”, a Bíblia “menciona não menos que 650 orações”, analisa Mauro Bueno.

Tércio Sarli afirma que “a oração é sempre um tema oportuno para o cristão. É a única maneira de nos comunicarmos com Deus, fonte de toda boa dádiva. E quanto mais nos aprofundamos nessa ciência de origem divina, mais podemos usufruir suas bênçãos”.

Salmos contêm orações e canções. Há aqueles que foram identificados como imprecatórios, caracterizados por conterem maldições, imprecações e desejos de punição e vingança contra inimigos ou malfeitores. Tais Salmos expressam uma gama de emoções intensas, incluindo raiva, frustração e anseio pela justiça divina. Eles frequentemente pedem que Deus castigue ou derrote opositores, inimigos e perseguidores, muitas vezes de maneiras violentas ou drásticas. Alguns destes, encontramos no Salmo 35, 69 e 109.

O Salmo 109 reflete uma expressão emocional sincera, e por vezes, perturbadora, do salmista diante da adversidade e da injustiça. Ele escancara a realidade complexa das emoções humanas e a busca por justiça divina quando situações difíceis nos afligem. O interessante neste Salmo, é que “a maldição pesada contra o inimigo está fundamentada não em vingança pessoal, mas num senso de justiça”, salienta Duane Garrett.

Entretanto, mesmo com um tom tão sombrio diante da injustiça, o Salmo 109 contém uma conexão profética, de certa forma, com “a rejeição de Cristo. Davi, como profeta, vê o Cristo desprezado e rejeitado [vs. 1-5], Seus acusadores e a condenação desses [vs. 6-20 (conf. v. 8 e Atos 1:20)]. A voz do Rejeitado ecoa [nos vs. 21-25], e fundamenta-se à voz dos últimos remanescentes [vs. 26-31], identificados com Ele”, explica Merrill Unger.

Mateus 27:39 e Marcos 15:29 compartilham o tema de zombaria e escárnios dirigidos a Jesus, que também é aludido no Salmo 109:25. Jesus é a justiça executada nesse mundo de injustiça para salvar aqueles que clamam por justiça e também os injustos que são foco das imprecações.

Deus compreende nossas emoções, e eleva-nos das nossas mazelas. Assim, orações não são apenas desabafos a Deus das nossas emoções (raiva, frustração e vingança), mas busca pela justiça divina na pessoa de Jesus... Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
••••

Nenhum comentário:

Espera ativa

  Devocional Diário  Vislumbres da eternidade  19 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/espera-ativa/ Espera ativa Não deixarei que fiqu...