sexta-feira, 25 de agosto de 2023

EVANGELHO

Meditação Diária

25 de agosto

https://mais.cpb.com.br/meditacao/evangelho/

EVANGELHO

Sou devedor tanto a gregos como a bárbaros, tanto a sábios como a insensatos. Por isso, quanto a mim, estou pronto a anunciar o evangelho também a vocês que estão em Roma. Pois não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê. Romanos 1:14-16

Embora Paulo não conhecesse Roma, a capital do império, desejou muitas vezes viajar para lá e abençoar os cristãos mediante seu ministério, mas sempre foi impedido. Principalmente por seu propósito de pregar primeiro nos lugares em que Cristo era desconhecido (Rm 15:20-24). Então, enquanto estava empenhado em sua terceira viagem missionária, escreveu-lhes uma carta. Nela, encontramos o texto de hoje. Destaco três declarações que merecem consideração.

A primeira delas é “sou devedor”. Paulo se opusera tenazmente à igreja e ao evangelho, mas Deus interferiu em sua vida e o iluminou para que ele entendesse e aceitasse o evangelho. Ele também lhe enviou uma mensagem, orientando-o para que fosse “testemunha Dele diante de todos” (At 22:15). Desse modo, ele sentia ter uma dívida de evangelização para com todo tipo de gente: civilizados, incivilizados, cultos e ignorantes.

A segunda afirmação é “estou pronto a anunciar o evangelho”. Paulo sabia que Deus o havia capacitado para a tarefa de evangelizar e estava disposto a cumpri-la, mesmo na sofisticada Roma, com seus estadistas, poetas, historiadores, oficiais e homens da ciência e da literatura. Quando a oportunidade chegasse, ele a aproveitaria.

A terceira declaração é “não me envergonho do evangelho”. Paulo reconhecia quão tola parecia aos sábios do mundo essa história de salvação pela fé em Alguém que morreu e ressuscitou, mas isso não o envergonhava. Ele sabia, inclusive por experiência, que o evangelho é poderoso para salvar. Em realidade, a expressão “não me envergonho” é uma figura de linguagem que afirma algo por meio da negação. Assim, ele está de fato declarando que se orgulha do evangelho e considera um grande privilégio poder proclamá-lo.

Sentir-se devedor, orgulhar-se do evangelho e estar pronto a anunciá-lo pode ser nossa experiência. Viva, hoje, o poder do evangelho! 

https://youtu.be/9I2iaE-Tbr4

Nenhum comentário:

Fruta nossa de cada dia

  Devocional Diário Fruta nossa de cada dia E o Senhor Deus ordenou ao homem: “De toda árvore do jardim você pode comer […].” Gênesis 2:16 A...