sábado, 3 de junho de 2023

Salmos 28 Comentário

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse
Leitura Bíblica – Salmos 28
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


SALMO 28 – Há uma revelação de esperança e encorajamento aos que lutam contra influências negativas de uma sociedade corrompida e perversa, enfrentando fortes tentações de retornar aos caminhos pecaminosos.

Davi descreve os ímpios como aqueles que falam pacificamente com seus vizinhos, todavia abrigam malícias no coração; fingem amizade, mas estão prontos para prejudicar e destruir (Salmo 28:1-5). É possível relacionar essas descrições aos frívolos, carnais e mundanos, aqueles que podem seduzir aos justos a se juntarem a eles em seus caminhos perversos.

Para quem foi resgatado do pecado, o Salmo 28 oferece consolo e encorajamento. Davi expressa sua confiança em Deus como seu Salvador ungido, reconhecendo que é por meio dEle que se alcança vitórias. Isso serve como lembrete de que, apesar das tentações e influências negativas, quem é resgatado tem um relacionamento especial com Deus e pode confiar em Sua força e poder para resistir às tentações e permanecer firme na fé.

A mensagem deste poema é especialmente relevante àqueles que foram resgatados do pecado, entretanto sentem o poder do hábito voltando sobre eles e são convidados a se juntarem novamente aos antigos “amigos” de pecados.

Em última instância, o Salmo 28 oferece uma mensagem de encorajamento aos que enfrentam tentações e influências negativas. Sua mensagem lembra que Deus está ao lado dos fieis, pronto para ouvir suas súplicas e fornecer força e proteção. Quem foi resgatado do pecado é incentivado a confiar em Deus, buscar Sua orientação e expressar gratidão por Sua intervenção em suas experiências.

A história do livro de Ester ilustra estas sublimes verdades. A rainha e seu tio Mardoqueu destacam-se como exemplos de pessoas que resistem às tentações e perigos promovidos pelos ímpios.

O Salmo enfatiza a confiança em Deus como um refúgio e protetor; do mesmo modo, na história de Ester, percebe-se a intervenção divina de forma invisível, mas extraordinariamente poderosa. Por conseguinte, fica evidente que mesmo não revelando Sua existência, Deus age em tempos de perigo, oferecendo proteção e ajuda aos fieis (Salmo 28:6-9).

Tanto quanto o Salmo 28 termina com um hino de louvor, a história de Ester também encerra com grande celebração do livramento do povo de Deus – quando foi instituída a festa do Purim. Com Deus, podemos reavivar em meio aos perigos da vida! – Heber Toth Armí.
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
•••••

Nenhum comentário:

Jenga e Lego

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 20 de julho https://mais.cpb.com.br/meditacao/jenga-e-lego/ Jenga e Lego Irmãos, pelo nome de ...