domingo, 18 de junho de 2023

Salmos 43 Comentário

  Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Salmos 43
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


SALMO 43 – Este é uma continuação do Salmo 42, sem uma divisão clara no texto original. Embora dividido em nossas Bíblias em dois Salmos, eles são frequentemente considerados uma unidade literária e possivelmente tenham sido originalmente um Salmo só.

Os dois Salmos compartilham temas semelhantes, como a sede espiritual e a busca por Deus em meio às dificuldades, angústia, aflição e opressão. Há uma citação que se repetem três vezes quando se juntam os dois salmos (Salmo 42:5, 11; 43:5):

Por que você está assim tão triste, ó minha alma?
Por que está tão perturbada dentro de mim?
Ponha a sua esperança em Deus!
Pois ainda O louvarei; Ele é o meu Salvador e o meu Deus.

Nestas palavras, “o salmista se entrega a um solilóquio, uma conversa diante do espelho, exortando a si mesmo e admoestando-se a não ficar abatido. Ele confronta sua própria alma perturbada a esperar no Senhor, e, mesmo que agora o tempo seja de choro, a esperança o impulsiona a antecipar os dias de alegria, onde louvará a Deus, seu auxílio e o seu Deus pessoal”, comenta Hernandes Dias Lopes.

Há diferença na disposição dos estribilhos em Salmo 42:5, 11; 43:5 que, considerando o contexto de cada estribilho no texto, torna-se evidente uma progressão temática e emocional:

• Em Salmo 42:4, o estribilho inicia com a expressão de tristeza e perturbação, embora houvesse esperança em Deus, confiando que, no futuro, o salmista ainda O louvaria.
• No Salmo 41:11, o estribilho é uma repetição exata do Salmo 42:5, reforçando a mensagem de colocar a esperança em Deus diante da tristeza e perturbação.
• No Salmo 43:5, o salmista reitera sua tristeza e perturbação de alma, mas desta vez faz uma oração a Deus para ser defendido contra os ímpios, terminando com a determinação de louvá-lO como Salvador.

“O refrão em 43:5 não deve ser lido com a mesma voz abatida que em 42:5, 11, pois a fé no Senhor mudou tudo”, afirma Warrem Wiersbe. Essa progressão reflete a jornada espiritual de quem crê e confia em Deus; isso porque “o pensamento de culto jubiloso no santuário revitaliza o salmista”, destaca Allan Harman.

Então, se a aflição atingiu teu coração, não relute em buscar ao Senhor; nEle há esperança de restauração!

Portanto, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
•••••

Nenhum comentário:

Uma pitada de sal

  Devocional Diário Uma pitada de sal Que a palavra dita por vocês seja sempre agradável, temperada com sal, para que saibam como devem resp...