segunda-feira, 24 de abril de 2023

Jó 30 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Jó 30
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


JÓ 30 – A forma utilizada por Jó de lidar com o sofrimento não é comum. O psiquiatra William Glasser salientou:

“Na tentativa malograda de suprir suas necessidades, qualquer que seja o comportamento escolhido pelos pacientes, todos eles apresentam uma característica em comum: Todos negam a realidade do mundo ao seu redor”.

Embora Jó relembrou o passado no capítulo anterior, no capítulo em pauta ele enfrentou o presente – diferente de outros indivíduos duramente afligidos.

Ele apresentou o passado para contrastar com o presente. Não era uma fuga da realidade, mas uma forma de destacar sua calamidade:

• Em Jó 29:7-11, Jó era o mais respeitado; em Jó 30:1-15, não era mais.
• Em Jó 29:2-6, Jó era o mais abençoado, em Jó 30:16-23, não era mais.
• Em Jó 29:12-17, Jó socorria os necessitados; em 30:24-25, não tinha quem o socorresse.
• Em Jó 29:18-20, Jó tinha perspectiva para sua vida; em Jó 30:26-28, não via futuro para ele.
• Em Jó 29:21-25, Jó tinha um ministério; em Jó 30:29-31, perdeu seu ministério.

Jó 30 é uma extraordinária aula de sabedoria para aqueles que anseiam compreender o valor da existência e a importância de encarar a realidade com perseverança. Sendo solapado por diversas adversidades e sofrimentos, ele era sábio o suficiente para ter consciência da loucura de usar o passado como esconderijo ou fuga; a sabedoria requer que encaremos a realidade do presente com sinceridade e seriedade.

• Nos altos e baixos da vida, em situações felizes e deprimentes, é necessário coragem para encarar as dificuldades objetivando seguir em frente!

• É preciso estar presente no momento presente, conscientes de nossas escolhas e das consequências que podem resultar delas.

• Em vez de escravizarmos com preocupações excessivas ou em nossos sentimentos nostálgicos, devemos olhar para a realidade com ousadia e determinação.

• Não é sábio apegar-se a lembranças de dias melhores pensando ser esse o método para melhorar o futuro.

Se, como Jó, aprendermos a lidar com sabedoria e coragem com a realidade do presente confiando no Deus onipotente, certamente construiremos um futuro decente para nós e para as pessoas a quem amamos.

Jó expôs sua dor e angústia resultantes da reviravolta que assolou sua vida. A fuga da realidade presente pode ser tentadora, mas somente o enfrentamento das dificuldades promove crescimento pessoal! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
•••••

Nenhum comentário:

Jovens a serviço

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 18 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/jovens-a-servico/ Jovens a serviço Expondo estas ...