sexta-feira, 21 de abril de 2023

Jó 27 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 

Leitura Bíblica – Jó 27

Comentário: Pr. Heber Toth Armí

JÓ 27 – Há quem concorda com a teologia dos amigos de Jó; há quem acredita que dá para aproveitar alguma coisa e, também quem discorda veementemente das elucubrações teológicas do trio opositor.

Neste capítulo, fica claro que “era impossível para Jó concordar com a teologia de seus amigos”, afirma o comentário da Bíblia da mulher. Em Jó 27:5 Jó rejeita fortemente a visão de mundo e de Deus que seus amigos defendiam. Ele estava convicto da própria inocência, apesar das insistentes acusações dos amigos. Jó mantinha sua concepção de que seus sofrimentos não eram colheitas de plantações de pecados que ele havia cultivado.

Jó sabia que Elifaz, Bildade e Zofar estavam equivocados em sua interpretação da realidade, e de sua espiritualidade. Já sabia quão íntegro fora; quão fiel e consagrado a Deus foi em toda sua vida; estava ciente que seu sofrimento era injusto; e, apegou-se tenazmente a tudo isso. Ele só queria entender como Deus permitia tanto sofrimento!

Jó se recusava a acreditar que Deus o punia por algo que ele não havia feito. Sem entendê-lo, seus amigos o pressionavam, acusando até mesmo de pecados secretos, ocultos. Por mais fortes que fossem a junção de todos os argumentos deles, Jó estava firme e convicto de que estavam equivocados. Por isso, neste capítulo:

• Jó declara que não renunciaria à sua integridade, ainda que tal integridade lhe custasse a vida (Jó 27:1-6).

• Jó apresenta a ideia de que Deus é justo – que Ele não é injusto com os justos; a punição divina é contra os ímpios, os injustos é que serão destruídos como se uma tempestade os varresse repentinamente (Jó 27:7-23).

• Jó confirma sua dependência da justiça de Cristo; nesta justiça residia sua esperança. No final, os justos triunfarão, enquanto os ímpios perecerão; portanto, qualquer esperança dos ímpios é vã (Jó 27:13-23).

Tanto Jó quanto seus amigos (e nós também) precisavam ter consciência de que os habitantes deste mundo vivem numa frenética batalha entre o bem e o mal. Neste grande conflito, que é uma batalha cósmica, há injustiça, crueldade e destruição. Inocentes e indefesos se tornam vulneráveis pela investidas do agente do mal. Por isso, é importante considerar sempre os primeiros capítulos do livro de Jó! 

Ampliemos nossa visão de mundo. Reavivemo-nos na Palavra! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz

•••••

Nenhum comentário:

Jenga e Lego

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 20 de julho https://mais.cpb.com.br/meditacao/jenga-e-lego/ Jenga e Lego Irmãos, pelo nome de ...