sábado, 25 de março de 2023

Ester 10 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Ester 10
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


ESTER 10 – Chegamos ao fim de um fantástico livro cujo título é de uma mulher. Seus ensinamentos valem ouro.

“Os acontecimentos registrados no livro ocorreram entre o sexto e o sétimo capítulo de Esdras, durante o reinado de Assuero (Xerxes), rei da Pérsia. O livro trata dos judeus que permaneceram na Babilônia e não voltaram para Jerusalém com o pequeno grupo liderado por Zorobabel (Ed 2). O nome deriva de sua personagem principal, Ester, a órfã que se tornou rainha. Ester é um nome persa que significa ‘estrela’, e talvez esse significado esteja ligado à deusa Istar. Hadassa, seu nome hebraico, significa ‘murta’”. Os eventos relatados sucederam em Susã, “uma das principais cidades da Pérsia... O profeta Daniel passou muito tempo nessa cidade (Dn 8), e Neemias trabalhou ali após a época de Ester (Ne 1)”, destaca William MacDonald.

Conquanto, Ester é um livro de extrema importância. Ele “apresenta uma parte da história dos judeus que não aparece em nenhum outro texto da Bíblia. Por exemplo, com base nessa história, aprendemos sobre a origem da Festa de Purim, a qual, como todos sabem, o povo judaico celebra até os dias de hoje”, aponta Carl Armerding.

Sua relevância na atualidade deve-se às suas singularidades. Uma delas é que, em suas páginas, não aparece nenhuma referência direta a Deus. Contudo, o leitor atento notará claramente a mão de Deus conduzindo cada aspecto da história dos judeus que permaneceram na Pérsia, tanto quanto dos que retornaram a Jerusalém. O caráter de Deus é exposto de forma singular; Ele atua silenciosamente em meio às complexas crises escuras da vida, para o bem daqueles que O buscam.

Uma órfã estrangeira exilada tornou-se rainha de uma forma duvidosa. Ester escondeu sua identidade conforme sugestão do tio, Mardoqueu. Esse judeu exilado tornou-se “o segundo na hierarquia, depois do rei Xerxes” – elevado na política persa, não esqueceu seus conterrâneos. Desta forma, foi “homem importante entre os judeus e foi muito amado por eles, pois trabalhou para o bem de seu povo e promoveu o bem-estar de todos” (Ester 10:3).

Mardoqueu seria enforcado e todos os judeus executados no Império Persa. A reviravolta evidencia a presença graciosa de Deus atuando na história. Esse Deus continua o mesmo, e está à nossa disposição! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
•••••

Nenhum comentário:

Jovens a serviço

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 18 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/jovens-a-servico/ Jovens a serviço Expondo estas ...