sexta-feira, 10 de fevereiro de 2023

2 Crônicas 26 - Comentário

  Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – 2 Crônicas 26
Comentário: Pr. Heber Toth Armí

II CRÔNICAS 26 – 
As vitórias que Deus nos concede como privilégio obter, não nos deve nunca levar ao orgulho ou a exaltação.

Essa pequena frase é uma grande advertência que Deus nos envia através da história de Uzias, um dos reis de Judá. Ele replicou o padrão de espiritualidade de seu pai, enquanto o profeta Zacarias viveu (II Crônicas 26:1-15). Sua obediência aos princípios estabelecidos por Deus foi abençoada:

• Com prosperidade;
• Com vitória;
• Com tributos estrangeiros;
• Com fama;
• Com excelentes projetos de construção;
• Com abundância;
• Com o preparo de um grande exército.

Embora com todas estas bênçãos maravilhosas devido à sua fidelidade a Deus, Uzias falhou terrivelmente ao assumir para si a responsabilidade de exercer funções sacerdotais. Porém, pior que escorregar num pecado, é recusar ouvir a palavra de um mensageiro de Deus. Consequentemente, Uzias foi acometido de lepra e banido do templo; a partir daí, seu filho Jotão assumiu seus deveres reais (II Crônicas 26:16-23).

Achar que o outro não está cumprindo bem sua função e tentar intrometer-se na função alheia comete-se o pecado da presunção, atraindo assim consequências indesejadas. A melhor coisa a fazer na vida é atuar onde Deus nos colocou, fazer o que Ele nos chamou para fazer, sem se meter onde Deus não nos chamou para atuar.

Ainda que um indivíduo seja muito capacitado com diversos dons e talentos, se estiver sendo regido pelo orgulho, arrogância e presunção, não terá a aprovação de Deus e sofrerá punição!

Comentando sobre esse episódio de Uzias, Ellen White alerta que “o caso do rei Uzias revela como Deus punirá o pecado da presunção”. Depois desse alerta, ela aplica fortes advertências visando nossa salvação:

• “O Senhor designou pessoas para certas posições em Sua igreja, e Ele não quer que saiam do lugar para o qual Ele as nomeou. Quando o Senhor lhes dá uma medida de sucesso, não devem se exaltar e se julgar qualificadas a fazer uma obra para a qual não são talhadas, e para a qual Deus não as chamou”.

II Crônicas 26 revela-nos, através do péssimo exemplo de Uzias, que por mais elevada que seja a posição de alguém, ninguém tem direito de agir com presunção.

O pior da presunção é a exclusão da casa de Deus! Então, vigiemos! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
•••••

Nenhum comentário:

Lecitina espiritual

DEVOCIONAL DIÁRIO - VISLUMBRES DA ETERNIDADE  27 de fevereiro Lecitina espiritual    Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Por isso,...