quinta-feira, 19 de janeiro de 2023

FILOSOFIA DA HISTÓRIA

 FILOSOFIA DA HISTÓRIA

Bendito seja o nome de Deus, de eternidade a eternidade, porque Dele é a sabedoria e o poder! É Ele quem muda o tempo e as estações, remove reis e estabelece reis; Ele dá sabedoria aos sábios e entendimento aos inteligentes. Daniel 2:20, 21

Ao contrário do que muitos pensam, a Bíblia Sagrada não é um compêndio da história das nações. Seu foco é apresentar a história de uma nação: Israel, o povo de Deus, de onde viria o Messias. Ela só apresenta informações sobre alguma outra nação quando aquela, de algum modo, está relacionada com Israel. Por isso, ela menciona o Egito, a Assíria, a Babilônia e tantos outros povos. Pela mesma razão, a Bíblia não fala a respeito de outras nações, como é o caso do Japão e da China. Apesar de possuírem uma cultura milenar, essas nações não se relacionaram com Israel.

A Palavra de Deus não apenas relata a história. Ela também a explica. Além disso, ainda anuncia o que irá acontecer. Nela, percebemos que é Deus quem “remove reis e estabelece reis”, “tem domínio sobre os reinos do mundo e os dá a quem Ele quer” e “faz o que quer com o exército do Céu e com os moradores da Terra. Não há quem possa deter a Sua mão, nem questionar o que Ele faz” (Dn 2:21; 4:25, 35).

Sobre isso, Ellen G. White escreveu: “Nos registros da história humana, o crescimento das nações e a ascensão e queda de impérios aparecem como dependendo da vontade e façanhas do ser humano. O desenvolver dos acontecimentos parece, em grande parte, determinado por seu poder, capricho ou sua ambição. Na Palavra de Deus, porém, a cortina é afastada, e contemplamos em todas as dimensões e em toda a marcha e contramarcha das paixões, do poder e dos interesses humanos a força de um Ser misericordioso, que executa, de forma silenciosa e paciente, as determinações de Sua própria vontade” (Educação, p. 123 [173]).

Isso é um mistério para nós. É uma das profundezas de Deus que não podemos sondar. Enquanto cada pessoa usa seu livre-arbítrio, decide e faz segundo sua vontade, Deus usa todas essas coisas de modo que contribuam para a realização de Seus propósitos. De algum modo, a soberania divina e o livre-arbítrio humano se harmonizam.

Portanto, hoje, mais uma vez, Deus dirigirá o destino de sua história. Descanse Nele.

MEDITAÇÃO DIÁRIA

19 de janeiro
https://mais.cpb.com.br/meditacao/filosofia-da-historia/

https://youtu.be/JFfmNdRg9KQ

•••

Nenhum comentário:

A guarda do Sábado

A guarda do Sábado Certamente vocês guardarão os Meus sábados, pois é sinal entre Mim e vocês [...]. Aquele que o profanar morrerá; quem nes...