sábado, 7 de janeiro de 2023

A BÍBLIA NOS CORRIGE

  A BÍBLIA NOS CORRIGE

Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça2 Timóteo 3:16

José Rodrigues era um jovem católico. Por influência de um fazendeiro chamado Abdias, que era também pastor de uma igreja espírita que guardava o sábado, conhecida como “Sã Doutrina”, José se tornou um espírita guardador do sábado. Posteriormente, quando alguns adventistas começaram a evangelizar a região que hoje é o Mato Grosso do Sul, José se tornou adventista do sétimo dia.

Os adventistas desejavam levar a mensagem ao pastor espírita, mas ele não queria ouvi-los. Então José teve uma ideia. Em um sábado à tarde, foi visitá-lo. Chegando à fazenda, foi logo se explicando: “Pastor Abdias, eu devo a você uma satisfação. Preciso lhe contar por que me tornei adventista. Se o pastor me permitir, dez minutos serão suficientes.” O pastor lançou um olhar para sua esposa como que perguntando o que ela achava. Ela balançou a cabeça afirmativamente. José falou por uns dez minutos e disse que voltaria no próximo sábado, se eles permitissem. Entregou-lhes um folheto, despediu-se e se afastou. O pastor, mal-humorado, tomou o folheto e o amassou, colocando-o no bolso da calça.

No meio da semana, ao vestir a mesma calça, encontrou o folheto e resolveu lê-lo. O assunto, acompanhado de muitos textos bíblicos, era sobre o estado do ser humano após a morte. Entre outros textos, havia este: “Porque os vivos sabem que vão morrer, mas os mortos não sabem nada e não têm nenhuma recompensa a receber, porque a memória deles jaz no esquecimento. Amor, ódio e inveja para eles já não existem mais; eles estão afastados para sempre de tudo o que se faz debaixo do sol” (Ec 9:5, 6).

No sábado seguinte, quando José Rodrigues se aproximava da fazenda, de longe o pastor Abdias o reconheceu. Correndo ao seu encontro, abriu a porteira, deu-lhe um forte abraço e disse: “Nós também vamos ser adventistas. Lemos o folheto e vimos, pela Bíblia, que os mortos não sabem nem sentem nada e que aguardam a ressurreição. Nós estávamos errados.”

Graças ao esforço de José, mais de 20 pessoas acompanharam o pastor em sua decisão. E você? Como tem divulgado as verdades encontradas nas Escrituras?

 MEDITAÇÃO DIÁRIA
7 de janeiro
https://mais.cpb.com.br/meditacao/a-biblia-nos-corrige/
https://youtu.be/QTOAPjKxya4
•••

Nenhum comentário:

A OBRA DE CRISTO NO CÉU

A OBRA DE CRISTO NO CÉU Tendo, pois, Jesus, o Filho de Deus, como grande Sumo Sacerdote que adentrou os Céus [...], aproximemo-nos do trono ...