quinta-feira, 15 de dezembro de 2022

2 Reis 23 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica - 2 Reis 23
Comentário
Pr Heber Toth

II REIS 23 – Nosso coração precisa sempre de renovação espiritual, a qual requer persistente decisão. Precisamos sempre que alguém nos faça apelos para voltar a Deus. Carecemos de incentivos para renovação do compromisso com Deus.

Sem avançar dia após dia em tal compromisso, não apenas caímos no comodismo, formalismo e tradicionalismo espiritual, como regredimos e afundamos nas densas e perigosas águas turvas da espiritualidade pervertida.

Na antiga cultura espiritual do povo de Deus, aderiu-se deuses espúrios, tais como Moloque (Milcom), Quemos (Shemesh, o deus-sol), que eram da cultura pagã cananita. Hoje também corremos o risco de assimilar à nossa fé, aspectos impróprios da cultura secular. Por isso, é essencial que façamos um balanço espiritual, uma avaliação de nossas práticas religiosas, absolutamente pautada na revelação divina.

É impreterivelmente fundamental à preservação de religião verdadeira atos ousados e radicais de derribar conceitos e preconceitos que não são aprovados pelo Deus da Bíblia; tanto quanto é essencial voltar a práticas esquecidas que foram devidamente orientadas por Ele.

• Alguém precisa tomar providências em casa, com a família e, na igreja, junto aos membros fieis. No texto em apreço, o rei Josias tomou providências para a renovação da aliança ante o Senhor junto ao povo, lendo a Bíblia e chamando-o ao compromisso, “desde o menor até o maior” (II Reis 23:1-3).

• Alguém precisa liderar uma reforma com base no reavivamento espiritual pautado pela Palavra de Deus. Josias pediu que erradicassem tudo o que tivesse ligação com o paganismo na casa de culto e adoração ao Deus verdadeiro. Todas as parafernálias espirituais e religiosas foram destruídas (II Reis 23:4-20).

• Alguém precisa ir além de detonar com as crenças falsas e práticas espirituais espúrias, e determinadamente reimplantar as orientações descritas na Palavra de Deus. Josias não apenas foi radical contra o erro, isso seria desequilíbrio espiritual; ele também promoveu as orientações divinas escritas no Livro sagrado, até ser morto em Meguido pelo Faraó Neco. Infelizmente seu filho e neto, não seguiram seus passos (II Reis 23:21-37).

Apesar da reforma promovida por Josias, a ira de Deus ainda ardia para com Seu povo; pois, tal reforma acontecia tarde demais e, Deus sabia que não se sustentaria (II Reis 23:24-27).

Não podemos deixar para amanhã a reforma espiritual que devemos fazer hoje! Reavivemo-nos – Heber Toth Armí.

#ebiblico #rpsp #palavraeficaz‌‌

Nenhum comentário:

A OBRA DO ESPÍRITO SANTO

  A OBRA DO ESPÍRITO SANTO Quando Ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo: do pecado, porque eles não creem em Mim; da...