segunda-feira, 3 de outubro de 2022

A CRIANÇA DE NAZARÉ

 MEDITAÇÃO DIÁRIA

3 de Outubro

         A CRIANÇA DE NAZARÉ

   É que hoje, na cidade de Davi, lhes nasceu o Salvador. Lucas 2:11

   Toda criança pode adquirir conhecimento como Jesus adquiriu. Ao procurarmos nos relacionar com nosso Pai celestial por meio de Sua Palavra, anjos se aproximarão de nós, nossa mente será fortalecida e nosso caráter será elevado e purificado. Então nos tornaremos mais semelhantes a nosso Salvador. E, ao contemplarmos o que é belo e grandioso na natureza, amaremos mais a Deus. Ao mesmo tempo que o espírito se enche de reverente respeito, a mente se fortalece ao se colocar em contato com o Infinito por meio de Suas obras. A comunhão com Deus, mediante a oração, desenvolve as habilidades mentais e morais, e as espirituais se fortalecem ao cultivarmos pensamentos sobre assuntos espirituais.

   A vida de Jesus estava em harmonia com Deus. Enquanto criança, pensava e falava como criança, mas traço algum de pecado alterava a imagem divina Nele. No entanto, não ficou isento de tentação. Os habitantes de Nazaré eram conhecidos por sua corrupção. O mau conceito que geralmente as pessoas tinham a respeito deles é revelado na pergunta de Natanael: De Nazaré pode sair alguma coisa boa?" (Jo 1:46). Jesus foi colocado em um lugar em que Seu caráter seria provado. Era necessário que estivesse sempre vigilante, a fim de conservar Sua pureza. Estava sujeito a todos os conflitos que nós temos de enfrentar, para que pudesse ser nosso exemplo na infância, juventude e idade adulta.

   Satanás era incansável em seus esforços para vencer a Criança de
Nazaré. Desde Seus primeiros anos, Jesus era guardado por anjos celestiais, mas Sua vida foi uma longa luta contra os poderes das trevas. O fato de haver na Terra uma vida livre da contaminação do mal era uma ofensa e preocupação para o príncipe das trevas. Ele tentou prejudicar Jesus de todas as formas. Nenhum dos filhos dos homens jamais será chamado a viver uma vida santa em meio a um conflito tão intenso com a tentação como nosso Salvador viveu.

   Os pais de Jesus eram pobres e dependentes de seu trabalho diário. Ele estava familiarizado com a pobreza, a abnegação e as privações. Essa experiência Lhe serviu de proteção. Em Sua vida de tanto trabalho, não havia períodos ociosos para convidar a tentação (0 Desejado de Todas as Nações, p. 47, 48 [70-72]).

   PARA REFLETIR: Como impedir que o ambiente e a cultura nos quais você vive moldem o seu caráter?

Nenhum comentário:

A PUREZA INFINITA

  A PUREZA INFINITA E todo o que tem essa esperança Nele purifica a si mesmo, assim como Ele é puro. 1 João 3:3 Ao terminar o discurso, Jesu...