sábado, 8 de outubro de 2022

2 Samuel 1 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica - 2Samuel 1
Comentário
Pr Heber Toth Armí

II SAMUEL 1 – Os dois livros de Samuel que temos na Bíblia formavam era um só na Bíblia hebraica. A divisão em dois aconteceu na Septuaginta, tradução do hebraico para o grego.

II Samuel continua a história sagrada da monarquia israelita, focando Davi, o rei escolhido não conforme as aparências ou o gosto do povo, mas segundo o coração de Deus – pois, para Deus, essência é melhor que aparência. “O rei Davi é figura central desse livro e, ao andar na Luz, apresenta um tipo magnífico do Rei Messias. A primeira parte do livro registra as vitórias que acompanharam sua vida de fé e conflito; a segunda, relata as derrotas que sofreu quando a prosperidade o seduziu para longe do caminho da fé e abriu a porta para a vontade própria”, analisa George Williams.

Com o desenvolvimento da monarquia, aflorou o dom de profecia. Outrora, Deus lidara com o juiz, como no caso de Gideão (Juízes 6-8); agora, os governantes deveriam obedecer aos profetas. A monarquia e o profetismo bíblico desenvolvem-se de mãos dadas no período dos reis de Israel. Saul fracassou diante da voz de Deus através do profeta Samuel. Por isso, a primeira tentativa de rei para Israel foi um fracasso vergonhoso, uma tentativa frustrante.

Um amalequita percebeu na morte de Saul uma oportunidade de tirar vantagens, contando uma mentira heroica para Davi (II Samuel 1:1-16). “Os amalequitas eram inimigos de longa dada de Israel (Êx 17). Um dos motivos pelos quais Saul perdeu o reino foi o fato de não ter efetuado completamente o juízo do Senhor sobre eles (1Sm 15). Alguns amalequitas tinham sido mortos havia pouco tempo por Davi e por seus homens por terem saqueado Ziclague. Não é de admirar, portanto, que, quando o amalequita chegou ao acampamento e anunciou que havia tirado a vida de Saul, recebeu o fio da espada, não uma recompensa”, observou William MacDonald.

Davi tinha um caráter nobre. Em vez de celebrar, ele compôs um poema destacando as virtudes de seu inimigo e chorou sua morte. Ele também teceu elogios ao seu melhor amigo, que também havia morrido (II Samuel 1:17-27).

Precisamos aprender a lidar com a morte de nossos inimigos da mesma forma que lidamos com a morte de nossos amigos! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

#ebiblico #rpsp #palavraeficaz‌‌

Nenhum comentário:

A PUREZA INFINITA

  A PUREZA INFINITA E todo o que tem essa esperança Nele purifica a si mesmo, assim como Ele é puro. 1 João 3:3 Ao terminar o discurso, Jesu...