terça-feira, 20 de setembro de 2022

1 Samuel 14 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica - 1 Samuel 14
Comentário
Pr Heber Toth Armí

I SAMUEL 14 – A mensagem do livro em análise deixa claro que, “se desejamos uma vida além da mera existência biológica, é necessário interagir com Deus. Não há outra alternativa”, afirma Eugene Peterson na introdução de I Samuel.

• Jônatas mostra que, se focarmos na grandeza de Deus submetendo-se confiantemente em Sua soberania, os problemas humanos se apequenam, por gigantes que sejam (I Samuel 14:1-23). Por outro lado, uma pessoa indiferente a Deus causa problema desnecessário, mesmo sendo um rei (I Samuel 14:24-45).

• Jônatas era o primogênito do rei Saul, e comandante de uma parte do exército de Israel, vivendo em ambiente tenso pelas atitudes bélicas das nações vizinhas (I Samuel 14:46-52). Embora Saul fora insensato e arrogante, seu filho Jônatas era sábio e humilde. Os filhos nem sempre trilham os mesmos caminhos estúpidos de seus pais.

• Jônatas é um exemplo de fé que promove a coragem para partir para a ação. Seu discernimento espiritual é uma demonstração do que podemos fazer se agirmos com fé no Deus que lhe concedeu sucesso surpreendente. Ele tinha convicção de que “nada pode impedir o Senhor de salvar, seja com muitos seja com poucos” (I Samuel 14:6).

Com Deus, não há obstáculo intransponível, nem problema insolúvel. Além de desproporcional na quantidade, os filisteus tinham grandes vantagens humanas e bélicas sobre Israel. O exército israelita contava apenas com duas espadas, a de Jônatas e do rei, seu pai (I Samuel 13:16-22). O que os filisteus não sabiam, era que a vantagem sempre está com que conta com o poder de Deus.

Infelizmente, muitos crentes sinceros focados nos Apocalipse enfatizam o poder das bestas, do dragão, do falso profeta, da prostituta, dos papas, dos impérios, da política... em detrimento ao poder de Deus. Estes pregam terrorismo com perseguição, decreto dominical e impossibilidade de comprar ou vender. Tais pessoas precisam deixar de ser como Saul e passarem a ver as coisas como Jônatas.

É necessário ter visão correta de Deus (como Jônatas) para não sermos confundidos com a visão dos inimigos (como aconteceu com Saul).

O poder dos inimigos nunca limitará o poder divino. Com Deus ao nosso lado, nada nos será impossível.

Precisamos crer e confiar. Devemos substituir mera opinião por firme convicção que nos leve à ação correta! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

#ebiblico #rpsp #palavraeficaz‌‌

Nenhum comentário:

O CONSUMADOR DA OBRA

  MEDITAÇÃO DIÁRIA O CONSUMADOR DA OBRA Quando Jesus tomou o vinagre, disse: “Está consumado!” João 19:30 O Senhor não vem a este mundo com ...