quinta-feira, 28 de julho de 2022

O HONRADO DO CÉU

 O HONRADO DO CÉU

E sujeitou todas as coisas debaixo dos pés de Cristo e, para ser o cabeça sobre todas as coisas, O deu à igreja. Efésios 1:22

Raiava o dia sobre o mar da Galileia. Os discípulos, fatigados por uma noite de trabalho inútil, ainda estavam em seus barcos no lago. Jesus viera passar um momento tranquilo à beira-mar. Bem cedo de manhã, esperava ter um período de sossego, longe da multidão que O acompanhava dia a dia. Mas logo o povo começou a se aglomerar em torno Dele. A quantidade de pessoas aumentou rapidamente, de maneira que Se sentia comprimido de todos os lados. Entretanto, os discípulos tinham vindo para terra. A fim de escapar à pressão da massa, Jesus entrou no barco de Pedro e lhe pediu que o afastasse um pouco da praia. Ali Jesus podia ser visto e ouvido melhor por todos e, do barco, ensinava à multidão na praia. 

Que cena para os anjos contemplarem! Seu glorioso Comandante, sentado em um barco de pescador, balançado de um lado para outro pelas inquietas ondas e proclamando as boas-novas de salvação ao povo atento, que se comprimia até a beira da praia! Aquele que era o Honrado do Céu estava declarando os grandes princípios de Seu reino ao ar livre, ao povo comum. Contudo, não podia ter cenário mais apropriado a Seus trabalhos. O lago, as montanhas, os vastos campos, a luz a inundar a terra, tudo oferecia ilustrações para Seus ensinos, para gravá-los nas mentes. E nenhuma lição de Cristo foi infrutífera. Toda mensagem de Seus lábios alcançou algum coração com a Palavra da vida eterna. 

A cada momento crescia a multidão na praia. Homens de idade apoiando-se em seus cajados, robustos camponeses das colinas, pescadores do lago, comerciantes e rabinos, ricos e instruídos, velhos e jovens, trazendo seus enfermos e sofredores, se apertavam para ouvir as palavras do divino Mestre. Os profetas haviam contemplado essas cenas antecipadamente e escreveram: “A terra de Zebulom e a terra de Naftali; […] o caminho do mar, além do Jordão, Galileia dos gentios. O povo que andava em trevas viu grande luz, e aos que viviam na região da sombra da morte resplandeceu-lhes a luz” (Is 9:1, 2) (O Desejado de Todas as Nações, p. 185, 186 [244, 245]). 

PARA REFLETIR: Em que área da sua vida você necessita que Jesus pronuncie paz agora mesmo?

Meditações Diárias: 28 de Julho - O HONRADO DO CÉU l Acima de Todo o Nome

https://youtu.be/Gv8OeZBYoWY

Nenhum comentário:

O AUXILIADOR INFINITO

O AUXILIADOR INFINITO Grande é o Senhor nosso e mui poderoso; o Seu entendimento não se pode medir. Salmo 147:5 Muitos supõem que a religião...