sábado, 23 de julho de 2022

O EDIFICADOR DA IGREJA DE DEUS

 O EDIFICADOR DA IGREJA DE DEUS

E edificará o templo do Senhor. Zacarias 6:12

No templo celestial, morada de Deus, está Seu trono, estabelecido em justiça e juízo. No lugar santíssimo está Sua lei, a grande regra da justiça, pela qual a humanidade toda é provada. A arca que guarda as tábuas da lei se encontra coberta pelo propiciatório, diante do qual Cristo, por Seu sangue, pleiteia em favor do pecador. Assim se representa a união da justiça com a misericórdia no plano da redenção humana. Somente a Sabedoria infinita poderia conceber essa união, e o Poder infinito realizá-la; é uma união que enche todo o Céu de admiração e adoração. Os querubins do santuário terrestre, olhando reverentemente para o propiciatório, representam o interesse com que a hoste celestial contempla a obra da redenção. Esse é o mistério da misericórdia que os anjos anseiam observar: que Deus pode ser justo ao mesmo tempo que justifica o pecador arrependido e renova Suas relações com a raça decaída; que Cristo pode humilhar-Se para erguer inumeráveis multidões do abismo da ruína e vesti-las com as roupas imaculadas de Sua própria justiça, para se unirem aos anjos que jamais caíram e habitarem para sempre na presença de Deus.

A obra de Cristo como intercessor do ser humano é apresentada na bela profecia de Zacarias, com relação Àquele “cujo nome é Renovo” (Zc 6:12). Disse o profeta: “Ele mesmo edificará o templo do Senhor e será revestido de glória. Ele Se assentará no Seu trono, e dominará, e será sacerdote no Seu trono; e reinará perfeita união entre ambos os ofícios” (v. 13). […]

Pelo Seu sacrifício e mediação, Cristo é tanto o fundamento quanto o Edificador da igreja de Deus. O apóstolo Paulo se referiu a Ele como “a pedra angular. Nele, todo o edifício, bem-ajustado, cresce para ser um santuário dedicado ao Senhor. Nele também vocês estão sendo edificados, junto com os outros, para serem morada de Deus no Espírito” (Ef 2:20-22).

Ele “será revestido de glória” (Zc 6:13). A Cristo pertence a glória da redenção da raça decaída. Através das eras eternas, o cântico dos resgatados será: “Àquele que nos ama e, pelo Seu sangue, nos libertou dos nossos pecados, […] a Ele a glória e o domínio para todo o sempre” (Ap 1:5, 6) (O Grande Conflito, p. 415, 416). 

PARA REFLETIR: Jesus criou você para ser um templo santo para a Sua habitação. Você já abriu a porta do coração para deixá-Lo entrar? 

MEDITAÇÃO DIÁRIA

23 de julho

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-edificador-da-igreja-de-deus/

Nenhum comentário:

O AUXILIADOR INFINITO

O AUXILIADOR INFINITO Grande é o Senhor nosso e mui poderoso; o Seu entendimento não se pode medir. Salmo 147:5 Muitos supõem que a religião...