terça-feira, 26 de julho de 2022

Josué 7 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 

Leitura Bíblica - Josué 7

Comentário Pr Heber Toth Armí

JOSUÉ 7 – Pecados supostamente escondidos não são escondidos de Deus. Pecados individuais não afetam apenas a quem os praticam; a família, a igreja e a sociedade podem ser terrivelmente afetadas por pecados aparentemente insignificantes.

Após a gloriosa vitória sobre Jericó, Israel experimentou dolorosa derrota ao atacar a pequena cidade de Ai. Não era falha divina; alguém tinha falhado diante das exigências de Deus. A culpa que afetou a todo o povo era de Acã, o qual cometeu o pecado do décimo mandamento, visível na quebra do oitavo mandamento (Êxodo 20:15, 17).

Talvez o mandamento mais negligenciado seja o décimo. Muitos não dão a devida atenção que ele merece. Ele é a conclusão do decálogo, é o clímax do anseio de Deus para nós; vai ao cerne do coração humano – cuja corrupção e engano a tudo supera (Jeremias 17:9). 

“A cobiça é um dos inimigos mais terríveis do homem. A maldição das riquezas trouxe mais sofrimento à raça humana do que talvez qualquer outra coisa. Ela inspirou os atos mais baixos da história. Impérios foram destruídos, nações arruinadas, continentes mergulharam nas guerras mais devastadoras e pessoas se envolveram em disputas amargas, não por causa da pobreza extreme, mas do abuso injusto do dinheiro”, declarou LeRoy F

Ciente da malignidade do terrível pecado da cobiça, Ellen White adverte aos que a ignoram: “O bêbado é desprezado, e se diz que seu pecado o excluirá do Céu; ao passo que o orgulho, o egoísmo e a cobiça muitas vezes não são reprovados. No entanto, esses são pecados especialmente ofensivos a Deus, pois são contrários à benevolência de Seu caráter e àquele desinteressado amor que é a própria atmosfera do Universo não caído” (CC, 30).

Josué 7 revela o desgosto de Deus pela cobiça, e mostra como esse pecado “insignificante” acarreta experiências terrivelmente frustrantes.

Acã foi apedrejado; sua família (provavelmente conivente) foi queimada. Acor (que significa “problema”), onde aconteceu o apedrejamento, é um jogo de palavra com Acã. Eliminar Acã implicou resolver o problema da cobiça. Deus resolveu o mesmo problema no Céu, ao expulsar o querubim cobiçoso que promoveu guerra intentando conquistar o trono divino (Apocalipse 12:7-9).

• Certamente, a cobiça é do diabo!

Precisamos da graça de Cristo para não frustrarmo-nos com a desgraça da cobiça! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

 #ebiblico #rpsp #palavraeficaz‌‌

Nenhum comentário:

O AUXILIADOR INFINITO

O AUXILIADOR INFINITO Grande é o Senhor nosso e mui poderoso; o Seu entendimento não se pode medir. Salmo 147:5 Muitos supõem que a religião...