sábado, 16 de julho de 2022

Deuteronômio 31 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 

Leitura Bíblica - Deuteronômio 31

Comentário Pr Heber Toth Armí

DEUTERONÔMIO 31 – Ao chegarmos neste capítulo, observamos a preocupação de Deus com Seus escritos sagrados, com Seu amado povo ingrato, e os planos para o futuro de Seu povo rebelde.

O chamado de Josué revela o propósito de Deus cumprir Suas promessas, apesar da certeza que Seu povo O abandonaria. O cântico no capítulo seguinte é fruto da graça do Deus que não desiste daqueles que desistem dEle.

Em Deuteronômio 31 notamos a revelação sendo escrita, o Livro de Deus está em andamento. As futuras gerações teriam o privilégio de tê-lo, mesmo que os antepassados não permanecessem fieis a elas – isso graças à escrita, que são as palavras transcritas em algum material.

Alguns alegam que não acreditam na Bíblia, argumentando que papel aceita tudo. Para começar, inicialmente a Bíblia não foi escrita em papel. Segundo, se hoje a temos em papel, é porque “papel aceita tudo”, inclusive a escrita da revelação de Deus para nós.

Desta forma, quando um grande e inspirado líder espiritual falece, a Palavra de Deus fica imortalizada para as futuras gerações – a qual chegou até nós. 

Deus aproveita o desenvolvimento humano para lidar com o ser humano. Conquanto, “aprendamos, das revelações dadas pelo Espírito Santo a Seus profetas, a grandeza de nosso Deus... À medida que aprendermos mais acerca de Deus e de nós mesmos, do que somos aos Seus olhos, havemos de temer e tremer diante dEle” afirma Ellen White (CBV, 432, 435).

A Torá deveria ser inteiramente lida pelo menos a cada 7 anos “perante” o povo “para que a escute”. A ordem de Deus por meio de Moisés foi: “Reúnam o povo, homens, mulheres e crianças, e os estrangeiros que morarem nas suas cidades, para que ouçam e aprendam a temer o Senhor, o seu Deus e sigam fielmente todas as palavras desta lei. Os seus filhos que não conhecem esta Lei, terão que ouvi-la e aprender a temer ao Senhor, o seu Deus...” (Deuteronômio 31-9-13).

“A revelação que Deus oferece de Si mesmo em Sua Palavra é para ser estudada. Temos de procurar compreendê-la”, exorta-nos White (T8, 279).

O caráter de Deus é perceptível ao fortalecer Josué frente aos desafios da conquista, mesmo sabendo que futuramente Seu povo O decepcionaria! O caráter divino é impressionante! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

 #ebiblico #rpsp #palavraeficaz‌‌

Nenhum comentário:

O ÁRBITRO DE TODOS OS DESTINOS

 O ÁRBITRO DE TODOS OS DESTINOS O que diz respeito a mim o Senhor levará a bom termo; a Tua misericórdia, ó Senhor, dura para sempre; não de...