sábado, 16 de julho de 2022

O MANSO MODELO

 O MANSO MODELO

Não é este o filho do carpinteiro? Mateus 13:55

Grande parte dos que professam estar esperando a Cristo seria tão atrevida como os fariseus a fim de fazer silenciar os discípulos, e sem dúvida exclamaria: “Fanatismo! Mesmerismo! Mesmerismo!” E os discípulos, estendendo suas vestes e folhas de palmeira no caminho, seriam considerados extravagantes e descontrolados. Mas Deus terá um povo na Terra que não será frio e morto, mas que O louvará e O glorificará. Ele receberá glória de algumas pessoas e, se os de Sua escolha, que guardam os Seus mandamentos, tivessem de se calar, as próprias pedras clamariam. 

Jesus vem, mas não como em Seu primeiro advento, uma criancinha nascida em Belém. Não como quando jornadeou para Jerusalém, em que os discípulos louvavam a Deus em alta voz e clamavam “hosana”; mas na glória do Pai e com todo o séquito de santos anjos para escoltá-Lo em Seu caminho para a Terra. Todo o Céu estará vazio de anjos, enquanto os expectantes santos O estarão aguardando e com os olhos direcionados ao Céu, como os varões galileus quando Ele ascendeu do monte das Oliveiras. Então somente os que são santos, os que seguiram inteiramente o manso Modelo, exclamarão com alegria contagiante ao contemplá-Lo: “Eis que este é o nosso Deus, em quem esperávamos, e Ele nos salvará” (Is 25:9). E serão mudados “num momento, num abrir e fechar de olhos, ao ressoar da última trombeta” (1Co 15:52). A trombeta que desperta os santos que dormem e chama-os de suas camas no pó, revestidos de gloriosa imortalidade e clamando: “Vitória! Vitória sobre a morte e a sepultura!” Os santos transformados são então levados para o alto com os anjos a encontrar o Senhor nos ares, para nunca mais se separarem do objeto de seu amor. 

Ficaremos calados tendo uma perspectiva como essa diante de nós, com tão gloriosa esperança, com redenção tal como essa que Cristo comprou para nós com Seu sangue? Louvaremos a Deus também com alta voz, como os discípulos quando Jesus viajava para Jerusalém? Não é nossa perspectiva muito mais gloriosa do que a deles? Quem ousaria nos proibir de glorificar a Deus em alta voz, quando temos essa esperança, cheia de imortalidade e repleta de glória? Temos provado dos poderes do mundo por vir e ansiamos por mais. Todo o meu ser clama pelo Deus vivo, e não estarei satisfeita até que esteja cheia de toda a Sua plenitude (Primeiros Escritos, p. 109, 110). 

PARA REFLETIR: Qual é o volume do seu louvor a Deus pela bendita esperança que você tem em Jesus?

MEDITAÇÃO DIÁRIA

16 de julho

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-manso-modelo/

Nenhum comentário:

O PADRÃO DE BONDADE

  O PADRÃO DE BONDADE E Ele disse-lhe: “Por que Me chamas bom?” Mateus 19:17, ARC O grande conflito entre o Príncipe da luz e o príncipe das...