sexta-feira, 3 de junho de 2022

O VERDADEIRO CONSELHEIRO

 O VERDADEIRO CONSELHEIRO

Tenho, porém, contra você o seguinte: você abandonou o seu primeiro amor. Apocalipse 2:4

Não nos enganemos pensando que somos filhos de Deus ao mesmo tempo em que a nossa falta de amor a Cristo se torna manifesta pela indiferença para com as pessoas por quem Ele morreu. “Nisto são manifestos os filhos de Deus e os filhos do diabo: todo aquele que não pratica a justiça não procede de Deus, e o mesmo vale para aquele que não ama o seu irmão. Porque a mensagem que vocês ouviram desde o princípio é esta: que nos amemos uns aos outros. […] Nós sabemos que já passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos. Quem não ama permanece na morte. Todo aquele que odeia o seu irmão é assassino, e vocês sabem que todo assassino não tem a vida eterna permanente em si. Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a Sua vida por nós; portanto, também nós devemos dar a nossa vida pelos irmãos. Ora, se alguém possui recursos deste mundo e vê o seu irmão passar necessidade, mas fecha o coração para essa pessoa, como pode permanecer nele o amor de Deus? Filhinhos, não amemos de palavra, nem da boca para fora, mas de fato e de verdade” (1Jo 3:10, 11, 14-18).

Um espírito de indiferença para com os irmãos tem acometido as nossas igrejas, e a religião de muitos se transformou em um farisaísmo frio, egoísta e desprovido de amor. O verdadeiro Conselheiro proferiu palavras de importância suprema para todas as pessoas: “Você abandonou o seu primeiro amor” (Ap 2:4). Que grande perda! “Lembre-se, pois, de onde você caiu. Arrependa-se e volte à prática das primeiras obras” (v. 5). Quantos falham em crescer rumo a Cristo, a cabeça viva! Em vez de crescer na direção de Cristo, crescem para longe Dele, alimentando os elementos do caráter que são semelhantes aos de Satanás. Essas características malignas excluíram o inimigo das cortes celestiais e excluirão você da família de Deus, a menos que se arrependa. A sua mente precisa ser abrandada e se tornar suscetível à influência do Espírito de Deus, a fim de que você cresça e se transforme em um templo espiritual diante de Cristo. Os santos na Terra devem amar como Jesus amou, caso contrário, não serão santos no Céu. Se a sua simpatia se esgotou, busque a Deus, humilhe o seu coração orgulhoso na presença Dele, caia sobre a Rocha e se despedace. Assim, Cristo moldará você à semelhança Dele e o transformará em um vaso de honra (Review and Herald, 10 de fevereiro de 1891).

PARA REFLETIR: Qual é a prova de que o Espírito Santo tem abrandado o seu coração?

MEDITAÇÃO DIÁRIA

3 de junho

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-verdadeiro-conselheiro/

Nenhum comentário:

O AUXILIADOR INFINITO

O AUXILIADOR INFINITO Grande é o Senhor nosso e mui poderoso; o Seu entendimento não se pode medir. Salmo 147:5 Muitos supõem que a religião...