sábado, 25 de junho de 2022

O JUIZ DE TODA A TERRA

O HUMILDE MESTRE 

E ensinava nas sinagogas, sendo elogiado por todos. Lucas 4:15

Na conversa com Nicodemos, Jesus apresentou o plano da salvação e Sua missão no mundo. Em nenhum de Seus discursos posteriores explicou tão plenamente, passo a passo, a obra necessária no coração de todo aquele que deseja herdar o reino do Céu. No próprio início de Seu ministério, abriu a verdade a um membro do Sinédrio, à mente mais apta a receber, a um escolhido mestre do povo. Porém os líderes de Israel não receberam a luz. Nicodemos ocultou a verdade no coração e, por três anos, houve pouco fruto evidente.

Entretanto, Jesus conhecia o solo em que havia lançado a semente. As palavras dirigidas à noite a um ouvinte, na solitária montanha, não foram perdidas. Durante algum tempo, Nicodemos não reconheceu publicamente a Cristo, mas observava Sua vida e refletia em Seus ensinos. Várias vezes, em reuniões do Sinédrio, frustrou os planos dos sacerdotes para destruí-Lo. Quando, por fim, Jesus foi erguido na cruz, Nicodemos relembrou o ensino dado no monte das Oliveiras: “E assim como Moisés levantou a serpente no deserto, assim também é necessário que o Filho do Homem seja levantado, para que todo o que Nele crê tenha a vida eterna” (Jo 3:14, 15). A luz daquela conversa secreta iluminou a cruz do Calvário, e Nicodemos viu em Jesus o Redentor do mundo.

Depois da ascensão do Senhor, quando os discípulos foram dispersos pela perseguição, Nicodemos tomou ousadamente a frente. Empregou sua fortuna para sustentar a igreja em formação, que os judeus esperavam que fosse extinta com a morte de Cristo. No tempo de perigo, aquele que fora tão cauteloso e cheio de receios mostrou-se firme como a rocha, fortalecendo a fé dos discípulos e fornecendo meios para levar avante a obra do evangelho. Foi desprezado e perseguido pelos que haviam mostrado a ele reverência em outros tempos. Tornou-se pobre em bens deste mundo; no entanto, não vacilou na fé que surgira naquela conversa noturna com Jesus.

Nicodemos relatou a João essa história, e este a registrou para instrução de milhões. As verdades aí ensinadas são tão importantes hoje em dia como naquela solene noite, na escura montanha, quando o líder judeu foi aprender com o humilde Mestre da Galileia (O Desejado de Todas as Nações, p. 131, 132 [176, 177]).

PARA REFLETIR: Você é capaz de ensinar a alguém o plano da salvação passo a passo?

MEDITAÇÃO DIÁRIA
25 de junho
https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-humilde-mestre/

Nenhum comentário:

O PADRÃO DE BONDADE

  O PADRÃO DE BONDADE E Ele disse-lhe: “Por que Me chamas bom?” Mateus 19:17, ARC O grande conflito entre o Príncipe da luz e o príncipe das...