sábado, 11 de junho de 2022

O GRANDE CENTRO, DE QUEM SURGE TODA GLÓRIA

 O GRANDE CENTRO, DE QUEM SURGE TODA GLÓRIA

Eu sou a luz do mundo. João 8:12

Com profética visão, Cristo traçou as cenas que ocorreriam em Seu último e grande conflito. Sabia que, quando exclamasse: “Está consumado!” (Jo 19:30), todo o Céu triunfaria. Seu ouvido captaria a distante música e os brados de vitória nas cortes celestiais. Sabia que, naquele momento, soaria a marcha fúnebre para o império de Satanás […].

Cristo Se alegrava de poder fazer mais em benefício de Seus seguidores do que eles seriam capazes de pedir ou pensar. Falava com segurança, sabendo que, já antes da fundação do mundo, fora emitido um onipotente decreto. Sabia que a verdade, armada com a onipotência do Espírito Santo, venceria na contenda com o mal; e a ensanguentada bandeira ondularia em triunfo sobre Seus seguidores. […]

“Falei essas coisas para que em Mim vocês tenham paz. No mundo, vocês passam por aflições; mas tenham coragem: Eu venci o mundo” (Jo 16:33). Cristo não falhou nem sentiu desânimo, e Seus seguidores têm de manifestar uma fé igualmente resistente. Devem viver como Ele viveu e trabalhar como Ele trabalhou, pois Nele confiam como o grande Obreiro-Mestre. Devem possuir valor, energia e perseverança. Embora aparentes impossibilidades existam no caminho, por Sua graça seguirão avante. Em vez de lamentar pelas dificuldades, são convidados a transpô-las. […] Seu propósito é que tenham a mais alta influência do Universo, influência que vem da fonte de todo o poder. Precisam ter força para resistir ao mal, força que nem a Terra, a morte ou o inferno podem dominar; força que os habilitará a vencer como Cristo venceu.

O objetivo de Cristo é que a ordem, o plano de governo e a divina harmonia celestiais sejam representados em Sua igreja na Terra. Dessa maneira, Ele é glorificado em Seu povo. Por meio deles, o Sol da Justiça brilhará sobre o mundo com um brilho inigualável. […] A igreja, capacitada com a justiça de Cristo, é Sua depositária, e nela devem se revelar as riquezas de Sua misericórdia e graça em manifestação plena e final. Cristo considera Seu povo, em sua pureza e perfeição, como a recompensa de Sua humilhação e o complemento de Sua glória, sendo Ele mesmo o grande Centro, de quem surge toda glória (O Desejado de Todas as Nações, p. 547, 548 [679, 680]).

PARA REFLETIR: Como você vê a glória de Jesus revelada na sua vida?

MEDITAÇÃO DIÁRIA

11 de junho

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-grande-centro-de-quem-surge-toda-gloria//


Nenhum comentário:

O AUXILIADOR INFINITO

O AUXILIADOR INFINITO Grande é o Senhor nosso e mui poderoso; o Seu entendimento não se pode medir. Salmo 147:5 Muitos supõem que a religião...