sábado, 11 de junho de 2022

Números 32 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 

Leitura Bíblica - Números 32

Comentário Pr Heber Toth Armí

NÚMEROS 32 – Aqueles que prezam pela unidade do povo de Deus valorizam a liderança espiritual, lutam a favor do corpo de Cristo, acatam exortações dos líderes espirituais, e, são cuidadosos para não serem estorvos aos remanescentes de Deus.

Apesar de tudo o que Deus fizera para que Sua promessa de uma terra que mana leite e mel se tornasse realidade, parece haver indisposição por parte de alguns israelitas. As tribos de Rúben, Gade e meia tribo de Manassés solicitaram a Moisés para não receberem a herança em Canaã, mas na Transjordânia, onde haviam chegado (Números 32:1-19). Contentaram-se em chegar próximo à Terra Prometida, e Moisés meio apreensivo, anuiu ao pedido deles; porém, sob condição de que lutassem pelas outras tribos até que tivessem seus territórios em Canaã; além dessa condição, outra exigência de Moisés foi pela constante fidelidade ao Senhor (Números 32:20-42).

Números 32 ensinam-nos preciosas lições práticas:

A lealdade entre membros do povo de Deus é essencial para o sucesso do o remanescente fiel; a independência e o individualismo são mecanismos do diabo para impedir o cumprimento da promessa divina.

O líder deve sempre pensar no corpo de Cristo como um todo, sem menosprezar ou ser inflexível diante dos pedidos dos liderados que, caso seja diferente do pretendido, deve ser remanejado para que possa satisfazer a todos.

A unidade nos projetos da congregação do povo de Deus é essencial para que haja prosperidade, sem a qual, o avanço e desenvolvimento dos projetos de Deus podem ser comprometidos.

Destaca-se que é pecado deixar de cumprir um acordo e ser negligente no auxílio dos outros membros do corpo de Cristo no cumprimento da missão concedida por Deus. Aprendamos tal verdade! (Números 32:23).

O povo de Israel começava a experimentar o cumprimento da profecia de Gênesis 15:16, proferida por Deus cerca de 400 anos antes. Assim, Números 32 mostra que Deus conduz história apesar de nós; embora demorasse 38 anos para adentrar a Terra Prometida após o êxodo egípcio, o atraso aconteceu como Deus havia declarado diante da rebeldia do povo em Números 13 e 14.

Se a liderança espiritual fosse mais consultada frente a decisões que afetam o coletivo, haveria mais sucesso no desenvolvimento eclesiástico onde há conflitos e fracassos.

Enfim, confiemos em Deus, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

 #ebiblico #rpsp #palavraeficaz‌‌

Nenhum comentário:

O SUBSTITUTO DA HUMANIDADE

 O SUBSTITUTO DA HUMANIDADE Portanto, sejam imitadores de Deus, como filhos amados. Efésios 5:1 Se o povo que viveu antes do Dilúvio tivesse...