domingo, 5 de junho de 2022

Números 26 Comentário Pr

  Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 

Leitura Bíblica - Números 26

Comentário Pr Heber Toth Armí

NÚMEROS 26 – A revelação apresentada neste capítulo rende preciosas lições que devem chamar nossa atenção. 

A primeira e mais impactante é que Israel diminuiu em tamanho após 40 anos de libertação do Egito. Em vez de crescer, a nação decresceu; em relação ao senso do início da jornada, havia 1.820 a menos. Note as razões:

• A geração que saiu do Egito apresentou ingratidão, falta de fé e atitude de rebelião frente às promessas e direção de Deus; consequentemente, sobraram apenas Josué e Calebe, os únicos que preservaram sua fidelidade frente à infidelidade generalizada do povo que havia saído do Egito, atravessado o Mar Vermelho, e experimentado a revelação graciosa e miraculosa de Deus no Sinai (Números 26:63-65). Devemos atentar para nossa vida e atitudes, para que tais pecados não nos tirem o privilégio do Novo Céu e da Nova Terra (Apocalipse 21).

• A irreverência dos sacerdotes Nadabe e Abiú os levou à morte instantânea, sem deixar descendência. A geração de sacerdotes continuou através dos outros dois filhos de Arão: Eleazar e Itamar (Números 26:57-62). Deus continua o mesmo no início da igreja cristã mostrando que não devemos brincar com coisas sagradas sem sofrer as consequências (Atos 5:1-11). Deus espera reverência no tempo do fim tanto quanto esperou durante a trajetória de Seu povo no passado.

• A rebeldia dos líderes Corá, Datão e Abirão que desembocou em rebelião, a qual gerou destruição para eles e seus seguidores, sofreram consequências semelhantes às de Lúcifer e seus anjos quando se rebelaram lá no Céu (Números 26:8-11; Apocalipse 12:4, 7-9). Mostrando que Deus nunca tolera àqueles que se opõem a Seus líderes e não tolerará os rebeldes contra a organização de Sua igreja no tempo do fim (veja Judas 1:3-22).

• O sincretismo religioso é um pecado extremamente perigoso. A praga resultante do adultério físico e espiritual, da mistura da religião verdadeira com a falsa, levou catastroficamente 24.000 pessoas à morte no fim da caminhada rumo à Terra Prometida (Números 26:1-4; conf. Números 25:9). Tal fatalidade serve de advertência para nós que estamos prestes a ver Jesus retornar para levar-nos ao Céu.

Querer a plenitude das bênçãos de Deus não é suficiente. Precisamos moldar nossa atitude com a vontade dAquele que promete o Céu aos fieis. 

Portanto, reavivemo-nos! Consagremo-nos! – Heber Toth Armí.

 #ebiblico #rpsp #palavraeficaz‌‌

Nenhum comentário:

O SUBSTITUTO DA HUMANIDADE

 O SUBSTITUTO DA HUMANIDADE Portanto, sejam imitadores de Deus, como filhos amados. Efésios 5:1 Se o povo que viveu antes do Dilúvio tivesse...