quinta-feira, 16 de junho de 2022

Deuteronômio 1 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 

Leitura Bíblica - Deuteronômio 1

Comentário Pr Heber Toth Armí

DEUTERONÔMIO 1 – História do ponto de vista divino é vista diferente de nosso ângulo. Quando Deus a explica, percebemos a mais pura teologia; assim, pode-se dizer que Deuteronômio é teologia lecionada pelo maior dos Teólogos, cujo relator (Moisés) foi um dos poucos seres humanos que desfrutou a maior intimidade com Deus.

Estando Moisés à beira da morte, e Israel prestes a usufruir da promessa (Deuteronômio 1:1-8, 37-40) que percorreu Gênesis, Êxodo, Levítico e Números, o conteúdo de Deuteronômio foi proferido almejando o bem-estar da nação; Moisés e Deus pretendiam o sucesso do povo, através do qual viria o Messias (Deuteronômio 1:9-18). 

Deus Se entristece quando Seu amado povo prefere crer em mentiras antes que em Seu poder (Deuteronômio 1:19-46). Apesar disso, ansiava que Seu amor exercesse influência sobre a existência de Seu povo ingrato, insensível e incrédulo.

Como pai aconselha seu apreciado filho querendo o melhor para ele, Deus profere discurso amoroso visando à felicidade e o sucesso de Seu povo especial (Deuteronômio 1:31). Deus luta, protege e guia para que a vida de cada membro de Seu povo vá além da realidade humana, transcendendo para o sobrenatural (Deuteronômio 1:30).

Apesar de tudo o que Deus fez e tudo o que Ele É, muitos dos que falam sobre Ele preferem deturpar Seu caráter. Os espias facilmente maximizaram as dificuldades percebidas e minimizaram o poder de Deus para cumprir promessas. Certamente que as dificuldades são reais, mas não devemos permitir que elas ofusquem nossa visão da verdadeira teologia. Deus é mais real que a realidade percebida por nós, e Seu juízo alcança àqueles que pervertem a teologia e corrompem a igreja, levando o povo para opiniões contrárias à revelação.

A geração incrédula morreu no deserto, a nova precisa estar alerta! Um pensamento popular se aplica perfeitamente á filosofia de Deuteronômio: “Quem se recusa a aprender com a história está condenado a revivê-la”. Para que o futuro seja melhor que o passado, os erros precisam ser corrigidos. Infelizmente, essa sabedoria parece demasiado difícil de ser assimilada e aplicada pela sociedade que parece obcecada pelo pecado.

Contudo, Deuteronômio surge do profundo coração de Deus para o coração de quem almeja desfrutar de tudo o que Ele tem preparado aos que se preparam para Suas promessas! Portanto, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

 #ebiblico #rpsp #palavraeficaz‌‌

Nenhum comentário:

O SUBSTITUTO DA HUMANIDADE

 O SUBSTITUTO DA HUMANIDADE Portanto, sejam imitadores de Deus, como filhos amados. Efésios 5:1 Se o povo que viveu antes do Dilúvio tivesse...